NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sexta-feira, 03 de Julho de 2020
AGRONEGÓCIOS
Sábado, 06 de Junho de 2020, 15h:39

PRODUÇÃO

Soja: movimentação perde ritmo, mas segue acima da média

A mudança de rumo do dólar comercial foi o fator que retirou os produtores do mercado

MARIANNA PERES
Da Reportagem
Divulgação
Os dados de comercialização indicam um volume negociado bem acima do ritmo do ano passado

A negociação de soja perdeu ritmo no Brasil a partir da segunda quinzena de maio, tanto no disponível como nas vendas futuras.

A mudança de rumo do dólar comercial foi o fator que retirou os produtores do mercado.

A moeda se aproximou de R$ 6 até 15 de maio, mas a partir daí recuou e chegou a testar a casa de R$ 5.

Bem capitalizado, os vendedores se retraíram e estão negociando apenas no necessário.

Mesmo assim, os dados de comercialização indicam um volume negociado bem acima do ritmo do ano passado e da média para o período.

A comercialização da safra 2019/20 de soja do Brasil envolve 88,7% da produção projetada, conforme relatório de Safras & Mercado, com dados recolhidos até 5 de junho. No relatório anterior, com dados de 8 de maio, o número era de 75,2%.

Em igual período do ano passado, a negociação envolvia 63,4% e a média para o período é de 67,4%.

Levando-se em conta uma safra estimada em 124,60 milhões de toneladas, o total de soja já negociado é de 110,53 milhões de toneladas.

A venda antecipada para 2020/21 pulou de 31,5% no início de maio para 35,6%.

Como Safras ainda não tem projeção de safra para a próxima temporada, a base para cálculo foi a de uma produção igual a desse ano. Ou seja, cerca de 44,39 milhões de toneladas já foram comprometidas.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL