NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 14 de Julho de 2020
ARTIGOS
Segunda-feira, 31 de Outubro de 2016, 20h:07

ENILDES CORRÊA

Amizade interior

Os choques e atritos em qualquer tipo de relação oferecem excelentes oportunidades para olharmos para dentro do mundo interior e investigarmos as raízes do mal-entendido externo. A desarmonia nos relacionamentos pode refletir uma parte nossa que está em desequilíbrio. Ao invés de esperar e cobrar mudanças de comportamento da parte do outro, será bem mais inteligente e edificante colocar essa energia a serviço da consciência. Direcioná-la para dentro de si, à procura de se observar e conhecer melhor a natureza da mente, por exemplo, responsável muitas vezes por reações emocionais desastrosas. Conflitos intensos e perturbadores surgem quando um quer mudar o outro, sem antes olhar e investigar o próprio comportamento. É essencial admitir que mal-entendidos podem ocorrer quando as pessoas têm um convívio mais estreito, principalmente, se admitirmos que a maioria anda em descompasso consigo, em estado de tensão e estresse. Consequentemente, esse desequilíbrio será manisfestado na convivência humana. Além disso, precisamos entender que cada indivíduo tem sua natureza própria e única. Ninguém é igual, não somos cópias uns dos outros. Num único dia, frequentemente, passamos por humores diferentes de acordo com os acontecimentos e as situações vivenciadas. E mais, não temos o poder de mudar o outro, seja este quem for - filho, cônjuge, chefe, pai, mãe, amigo etc. No máximo, podemos mudar a nós mesmos. E ainda assim, não mudamos a nossa natureza, mas apenas o nosso entendimento ao desfazer mal-entendidos, o que possibilita transformar o olhar e o modo de agir. Se estivermos mais familiarizados e em paz conosco, a convivência familiar e social terá chances de ser mais harmônica, de fato, saudável e fraterna, uma vez que não projetaremos lá fora a nossa briga e confusão internas. Se a visão está clara, torna-se mais fácil distinguir o que é conteúdo nosso e o que é do outro. Assim, tampouco vamos nos prestar a ser depósito do lixo emocional das pessoas com quem convivemos. Podemos escolher deixar o lixo que não nos pertence fora da nossa casa, sem que nos cause transtornos e distúrbios mais sérios, em nível físico, mental ou espiritual. É bom ressaltar que, mesmo que o mundo lá fora nos rejeite, seja lá qual for a razão, há sempre a sagrada opção de nos aceitar e nos acolher com todas as nossas supostas “imperfeições” ou perturbações. E esse ombro amigo que existe em nosso interior, ainda que nem sempre conhecido e acessado, opera verdadeiros milagres! Nessa guinada para dentro, alertas, guiados por um sentimento profundo de autoaceitação de qualquer face nossa, observando-nos silenciosamente, sem julgamentos, muitos condicionamentos, reações e amarras se dissolvem. Nesse simples passo, mudanças significativas acontecem naturalmente, sem esforço. O combustível para qualquer transformação pessoal é o amor e a compreensão. Relacionar-se de forma harmônica consigo e com as pessoas é uma arte que exige constante exercício de boa vontade, compreensão e amizade, ao longo da existência. Nem sempre é fácil, mas é possível, se não impusermos, a nós e aos outros, cobranças absurdas e mudanças bruscas e imediatas. As mudanças consistentes não acontecem da noite para o dia, nem pela imposição de quem quer que seja. Que todos nós tenhamos êxito na conquista da amizade interior: a capacidade de ser amigo de si mesmo, amigo incondicional, seja nos momentos de alegria ou tristeza, saúde ou doença, sucesso ou fracasso. Que possamos conviver conosco e com o próximo com menos julgamentos, preconceitos, intolerância e mais afeto, respeito, paciência, compreensão e, sobretudo, muita compaixão pelos limites de cada um. Isso é um pacto de paz, amizade e tolerância conosco e com as pessoas com quem a Existência nos faz conviver, seja por um momento, por um dia ou pela vida inteira. *ENILDES CORRÊA é administradora. Terapeuta ayurveda e professora de yoga com formação e aperfeiçoamento na Índia. É palestrante e cronista solautoconhecimento@gmail.com/www.solautoconhecimento.com.br

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você acha da decisão da CPI do Paletó de pedir o afastamento do prefeito?
Ele tem que ser afastado
Ele tem que ser cassado
Ele é inocente
Tanto faz
PARCIAL