NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quinta-feira, 09 de Julho de 2020
ARTIGOS
Sexta-feira, 25 de Novembro de 2016, 19h:28

LEITOR

Médicos recebem sem trabalhar, diz TCE

O atendimento aos usuários do SUS só será eficaz a partir do momento em que todos os cidadãos, inclusive os que fazem as leis e estão na gestão da saúde, se tornarem de fato usuários do SUS e enfrentarem as filas da Central de Regulação para tratamento especializado, consultar nos PSFs, policlínicas e UPAs. E quando precisarem de atendimento urgente, ir para o pronto-socorro municipal. ADALIA SILVA, assistente social, Cuiabá/MT silvaasocial.56@gmail.com Renúncias do Prodeic em 8 anos é de R$ 7 bi É um absurdo o governo gastar com funcionalismo público quase a totalidade dos seus recursos. Até quando essa "farra do boi" vai persistir? Mande embora 50% desse bando de sanguessugas, corte os privilégios imorais que possuem (os três poderes), pague um salário compatível com a da iniciativa privada e verá que o número de candidatos a concurso público cairá mais da metade. MOISES MEL, engenheiro, Cuiabá/MT moisesmel@hotmail.com As escolas Todos sabemos por que os presos são mais caros que os estudantes. Ora, os presos são tratados como hospedes do poder público, regiamente pagos com dinheiro das vítimas. O estudante, aquele pobre inocente que busca o ensinamento para procurar melhorar seu nível de vida, é tratado muito mal. Com certeza, não apreendendo quase nada ou muito pouco, sendo a escola produtora de analfabetos funcionais. Isso a escola pública, pois a escola privada não deixa por menos, são classificados sempre nos primeiros lugares dos concursos para ensino superior. Isso aqueles que não fazem parte das famigeradas quotas, aí não vai mesmo. Não conseguem acompanhar o nível da turma. Acabam desistindo. Para se adequar às melhores do mundo é só copiar a Coreia do Sul. Para isso precisa querer educar e ter população civilizada. Não foi esse o objetivo dos últimos governos. Quanto pior, mais fácil de manipular. Povo civilizado não acredita em mentiras. Não aceita corrupção. Ainda dá tempo de consertar, pois a esquerda não conseguiu destruir por completo nosso país, embora tenha conseguido produzir mais de 15 milhões de desempregados e uma recessão econômica que levaremos alguns anos para consertar. Vamos à luta! ACIR CARLOS OCHOVE, Cuiabá/MT ochove@terra.com.br Áudio que revela ameaça será periciado Isso tem nome: tortura, omissão de socorro, constrangimento ilegal, incompetência, crime e irresponsabilidade de certos instrutores e da própria corporação, que deixa esse tipo de marginal deformar os conceitos de civilidade, decência e respeito à vida daqueles que confiaram no Estado uma formação mínima para prestar serviço à sociedade. Ninguém que foi torturado, humilhado durante um curso, será um bom profissional no futuro. Isso custa caro para a sociedade, com afastamento, loucura, depressão, suicídio e atos de extrema violência no exercício da função. O mínimo que se espera desse governo e da Justiça é a prisão e expulsão imediatas de todo os envolvido nessa barbárie. Fico imaginando: se para um curso de formação isso é rotina, imaginem, senhores leitores, o que se passa dentro do presídio de Mato Grosso. Pior que os atos nefastos dessa instrutora são a omissão do governador de MT, que nunca mais terá meu voto. Cadê o povo dos Direito Humanos que não se faz presente nesse momento de dor e luto na vida dessa família? Uma lástima a situação atual do país e em especial de MT. LUIS ANTUNES MAGALHÃES, professor, Cuiabá/MT luisantunes.mg@gmail.com Só com repasse TCE paga servidores O conselheiro Antônio Joaquim deve aproveitar a oportunidade e mostrar à sociedade qual a real situação do “TCE”, por exemplo: qual o valor do repasse mensal? Qual o valor da folha? Quais são os salários acima do teto? O ministro Barroso diz que o máximo deve ser de R$ 39.000. Os penduricalhos têm que acabar. E aí? Por que, juntamente com a sociedade, sindicato, não sugere a extinção da lei que indica os conselheiros, ora pelo Executivo, ora pelo Legislativo? Tenho certeza de que dentro do quadro tem profissionais “concursados”, de carreira, que estão ou são mais habilitados para fazer a substituição de forma automática. Sem falar que não aumentaria a folha, já que, com a indicação, o felizardo levará toda sua tropa de elite “altamente qualificada”. Este procedimento deve ser tomado por todos os poderes. A sociedade está no limite de sua paciência e de bancar a conta. Não adianta os caciques ficarem se reunindo e chegando a soluções adotadas há milênios (aumento de impostos). Todo o setor tem que se adequar, não adianta fechar a torneira e deixar a caixa d'agua vazando. Do outro lado do balcão, o empresário, o industrial, está quebrando, com tantas leis, taxas, licenças e alvarás; o aposentado (principalmente) está morrendo de fome e falta de qualidade em todos os setores, principalmente na saúde. Outro dia, publicou-se a folha de desembargador federal: tem até com R$ 215.144,2(mil/mês) brutos, líquido R$211.734,11. Brincadeira, mas verdade. Concordamos que pelo alto cargo os proventos deverão ser compatíveis, mas, convenhamos, assim ”o santo tem que ser de concreto armado, “não de barro”. Como retorno desta extorsão legal em nível nacional, temos que suporta as greves, mau atendimento ao patrão (nós), assaltos, falta de remédios, aumento de combustível, taxas de bancos e seus juros, ônibus acabados, enchente em época de chuvas, seca no verão... Vou parar, porque quando pensamos que acabou, a situação ainda pode piorar. MARIO MARCIO DA COSTA E SILVA, engº civil, Cuiabá/MT mariomarcio1959@bol.com.br Trump Este artigo não reflete a realidade política nos EUA. A vitória de Trump representa o ressurgimento do racismo, da xenofobia, do neonazismo, dos supremacistas brancos, a discriminação contra negros, imigrantes em geral e imigrantes latinos e seus descendentes e intolerância religiosa contra a comunidade mulçumana. Enfim, foi aberta uma porta para que os conflitos internos nos EUA sejam aguçados. Falar que a vitória de Trump foi a vitória do povo não é verdade: dados da imprensa neste final de semana demonstram que Hillary Clinton ganhou pelo voto popular, ou seja, ele recebeu 63,391 milhões de votos, enquanto Trump recebeu 61,821 milhões de votos. Ou seja, Hillary 1,570 milhões de votos, dos eleitores, enfim, do povo, a mais do que Trump. O autor do artigo demonstra desconhecimento do sistema eleitoral americano, onde o tal colégio eleitoral distorce a vontade popular expressa nas urnas. Trump representa não apenas uma guinada mais á direita na política americana, mas tem apoio dos grupos mais radicais, inclusive da KKK, que nos anos sessenta aterrorizava os negros nos EUA. JUACY DA SILVA, professor titular e aposentado UFMT, Cuiabá/MT professor.juacy@yahoo.com.br

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL