NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 13 de Julho de 2020
ARTIGOS
Terça-feira, 08 de Janeiro de 2019, 18h:17

LEITOR

Servidores cobram 13º

Põem quente... aliás voces os apoiaram, tiraram o Pedro pois o Mauro era a salvação. Portanto estão corretos em cobrar e ele resolver, já que o Pedro não sabia ser gestor... ele Mauro diz ser né? JOSÉ RAMIRO, professor, Cuiabá/MT Júlio Campos no Paiaguás Com relação a noticia de que o ex-Governador Júlio Campos, circulava pelo Palácio Paiaguás, com pasta de curriculum-vitae na mãos, é bom sinal para nós do DEM e dos partidos aliados, pelo menos temos um Lider-Forte que não vai nos deixar na beira da estrada pedindo carona no Governo do Mauro Mendes .Aplausos ao Dr.Júlio Campos, por valorizar os aliados. MANOEL RIBEIRO, Cuiabá/MT manezinhodocpa@gmail.com Casa dos Horrores Sinceramente torço muito para que o novo Presidente do nosso legislativo consiga melhorar a imagem da Câmara da Capital. Mizael Galvão tem nas mãos a oportunidade transformar sua gestão num divisor de águas na história daquela , que por atos e omissão de seus membros veio a ser vergonhosamente denominada de "Casa dos horrores". Conheço o novo Presidente, fui seu adversário em algumas contendas, porém não posso negar a lisura de suas ações, como Cuiabano, nascido, criado e vivido, espero firmeza, coragem e discernimento , para que se faça história e que não seja apenas mais um canalha dentre tantos que passaram e passam por essa instituição que deveria merecer respeito de todos nós e como se sabe não merece! É o que penso LEANDRO PINTO DE OLIVEIRA FILHO, Marceneiro, Cuiabá/MT leandropintofilho@hotmail.com Identidade de Gênero Meu nome é Hosan Monteiro e venho por meio deste canal ao mesmo tempo expressar e questionar a minha incredulidade ao me deparar com um artigo intitulado "Identidade de Gênero" de autoria do senhor Eduardo Póvoas; incredulidade pois não me passa pela cabeça que um veículo que atravessa os tempos e chega em pleno 2019, até em versão impressa ainda ( o que muitos já perderam o costume) me deparar com um artigo tão recheado de preconceitos, de frases vagas, de expressões chulas e diversas outras ofensas veladas ou não para diversas identidades de gênero, em especial aos homossexuais, uma vez que o autor se refere por diversas vezes especificamente a "veados". Em tempos de discursos de ódio, principalmente no final do ano passado quando as discussões se tornaram acaloradas devido às eleições de um representante da extrema direita cuja bandeira se baseia em "tradição, família e propriedade", deveríamos estar pensando em publicações que desfaçam todo o ódio que ficou impregnado nas pessoas a partir do momento em que muitas pessoas cortaram relações, até mesmo com seus familiares. Estou indignado pois não é de hoje que leio artigos desse senhor, que um dia já foi meu dentista, aliás dentista meu e provavelmente de vários outros "veados" que ele nem deve saber que atendeu. Várias outras pessoas que podem ter tido dificuldades com sua identificação, que de maneira nenhuma deve ser comparada a identidade de animais. De extremo mau gosto o autor utilizar de subterfúgios chulos como dizer que nem ele e nenhum colega seu se identificou com uma hiena ou com um jacaré. Mais indignante ainda é ele não saber a diferença tanto de animais, como de pessoas e até mesmo do termo "veado" e "viado" pois se soubesse não teria tido essa hemorragia verbal desqualificada ofensiva e vil. Em tempos em que devemos nos preocupar com Segurança, Saúde, Educação, urge também a necessidade de políticas públicas e sociais que garantam o direito do cidadão na essência da palavra e não na sua identificação de gênero. Acredito que o jornal "Diário de Cuiabá" tão tradicional nesta capital em algum momento entre a entrega do artigo desse senhor e a publicação, deve ter falhado, pois não é possível a seriedade desse veículo estar tão frágil a ponto de permitir que um texto desse nível tenha sido publicado. Não estou julgando este senhor, pois é claro que ele é mais um dos vários produtos de uma cultura e sociedade machista retrógrada típica brasileira que tanto estamos tentando combater mas que movimentos como os do ano passado teimam em manter ou propagar e como sempre baseando-se em discursos de ódio, como ficou bem claro nesse texto. Sendo assim, em meu nome, em nome da minha família, em nome de diversas associações LGBTS, solicito uma retratação pois não acho possível e até este momento que acabei de ler o artigo, estou segurando o jornal impresso sem acreditar no que estou lendo e decidindo se algum dia voltarei a ler ou falar sobre este jornal que já foi um dia respeitoso e respeitado. HOSAN LUIZ MONTEIRO DE ARRUDA, turismólogo, Cuiabá/MT turismonteiroh@hotmail.com

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você acha da decisão da CPI do Paletó de pedir o afastamento do prefeito?
Ele tem que ser afastado
Ele tem que ser cassado
Ele é inocente
Tanto faz
PARCIAL