NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 08 de Abril de 2020
BRASIL
Terça-feira, 24 de Março de 2020, 20h:33

NA CONTRAMÃO

Bolsonaro volta a desdenhar de vírus e critica quarentena

Em pronunciamento oficial em rede nacional, presidente diz que seu "histórico de atleta" o impede de sofrer com a doença

Do Terra

Em um pronunciamento oficial realizado na noite desta terça-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro foi novamente na contramão do mundo e voltou a minimizar a pandemia do coronavírus.

Além disso, o chefe de estado voltou a criticar a imprensa por suposta "histeria", ao dar parabéns aos veículos de mídia que passaram a pedir calma para a população e também utilizou novamente a palavra "gripezinha" para se referir à covid-19.

Ele ainda criticou prefeitos e governadores que decretaram quarentena, e disse que o "Brasil não pode parar" e que "não se pode abraçar o conceito de terra arrasada". "Temos que voltar à normalidade", afirmou Bolsonaro.

O presidente ainda disse que, por conta do seu "histórico de atleta", não sentiria os efeitos caso tivesse pegado a doença.

"Nada sentiria ou, quando muito, seria acometido por uma gripezinha ou resfriadinho", disse o presidente, citando um depoimento feito por "aquele médico, daquela emissora", em referência ao Dr.Drauzio Varella, da TV Globo.


1 COMENTÁRIO:







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.

Levi Cuiabano  25-03-2020 09:17:57
Bolsonaro, quando era militar, foi diagnosticado pelo Exército Brasileiro como portador da síndrome de burnout, uns dos sintomas dessa síndrome: agressividade, mudança brusca de humor, irritabilidade, etc. Infelizmente, hoje temos na Presidência da República um sujeito com esse perfil. Só me pergunto, até quando a população e as instituições públicas irão tolerar isso?

Responder

0
0


ENQUETE
Como você vê a decisão da Prefeitura de Cuiabá de prorrogar o isolamento social?
A medida do prefeito é acertada
Poderia ser mais flexível em alguns setores
Só precisa a população se conscientizar mais
Tanto faz
PARCIAL