NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 30 de Novembro de 2020
CIDADES
Terça-feira, 20 de Outubro de 2020, 00h:00

EDUCAÇÃO E PANDEMIA

3º ano do ensino médio retoma aulas presenciais em MT

No próximo dia 26 deste mês inicia aulas intensivas para os estudantes do 3º ano

Da Reportagem

Suspensas desde março passado, as aulas presenciais retornam de forma gradativa, em Mato Grosso. No próximo dia 26 deste mês, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) informou que inicia aulas intensivas para os estudantes do 3º ano inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. As atividades serão realizadas de forma presencial e pelas redes sociais.

De acordo com dados disponibilizados pelo Inep, Mato Grosso possui o total de 15.919 inscrições gratuitas no Enem, que acontece em janeiro de 2021. Considerando que um dos requisitos para esta inscrição é o estudante estar matriculado no último ano do ensino médio e em uma escola pública, subtende-se que grande número destes inscritos fazem parte da rede estadual de ensino.

Para tentar garantir uma boa prova, a Seduc retoma as aulas de forma presencial e transmitidas pela TV Assembleia e, ainda, disponibilizadas no Facebook e Youtube da Seduc. A ação faz parte do projeto “Pré-Enem Digital Gold, porque nossos estudantes valem ouro”. Assim, as aulas serão focadas em todos os componentes curriculares exigidos no Enem, ou seja, de redação, Linguagens, Matemática, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas e Ciências da Natureza.

Segundo a secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, por conta da pandemia, as aulas presenciais ficaram prejudicas, não apenas em Mato Grosso, mas em todo o país, e o objetivo do projeto é preparar os alunos que vão fazer o Enem de forma que consigam engajar em uma instituição de nível superior. “O Pré-Enem Digital Gold vem na expectativa de oferecer a mesma qualidade de ensino das aulas presenciais, a qual já estávamos trabalhando antes da pandemia. Vamos buscar nesse período de intensivão superar as dificuldades dos alunos e construir juntos os conhecimentos necessários para que tenham ótimos resultados no Enem”, ressaltou.

As aulas pela TV Assembleia (canais HD Digital 30.1 e 30.2 e canal 10 na Net TV) serão transmitidas de segunda a sexta-feira, das 7h às 8h, com reprise das 20 horas às 21h. Já as aulas presenciais serão realizadas entre os dias 07 de novembro a 9 de janeiro, sempre aos sábados, em quatro polos do Estado, Cuiabá, Tangará da Serra, Rondonópolis e Sinop, onde têm o maior número de inscrito no Enem. Para participar das aulas, o estudante do 3º ano do ensino médio, inscrito no Enem, deverá fazer a inscrição prévia na página da Seduc.

Conforme destacou a professora, a redação tem um peso muito grande, pois corresponde a 30% da nota do Enem, mas o aluno pode ficar tranquilo porque vão trabalhar de forma especial e específica com ele. “Vamos prepara-lo para alcançar uma nota superior a 900, que vai ajudá-lo a entrar em qualquer curso de uma universidade pública”.

A Seduc garantiu ainda que as aulas presenciais vão respeitar os protocolos de segurança emitidas pelas autoridades de saúde, como distanciamento entre os alunos, com a capacidade máxima permitida pelos decretos em vigência, uso de máscaras, álcool em gel, entre outros cuidados.

Em 2021, os alunos da rede estadual deverão cursar duas séries ao mesmo tempo e terão uma carga horária de 1.115 horas aulas, ao invés das tradicionais 800 horas/aula. A informação foi dada pela secretária de Educação ao site Olhar Direto. Segundo informações, o calendário começará no dia 1º de fevereiro e vai até 22 de dezembro, e haverá, ainda, duas horas adicionais todos os dias, que podem ser online, presenciais ou com uso de apostilas.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Você acha que o Cuiabá Esporte Clube tem chance de acesso à Série A do Brasileirão?
Sim
Não
Ainda falta estrutura
Precisa investir no elenco
PARCIAL