NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Domingo, 09 de Agosto de 2020
CIDADES
Quinta-feira, 23 de Junho de 2016, 20h:23

TRÂNSITO

Avô de menor é condenado por acidente

O juiz Gilberto Lopes Bussiki, da 9ª Vara Cível de Cuiabá, condenou José Pinheiro Coelho Filho pela morte do servidor público Enéas Cardoso Filho, que foi atropelado em 26 de novembro de 2013, na Avenida Miguel Sutil. Conforme a decisão, Pinheiro deverá pagar R$ 100 mil a título de indenização por danos morais para cada autora da ação judicial, que são a esposa e duas filhas. O magistrado considerou que os danos foram configurados em vista do sofrimento físico e abalo psicológico suportado pelas autoras em decorrência da morte inesperada da vítima. O juiz determinou ainda o pagamento por danos materiais a título de pensão correspondente a 11,01 salários mínimos mensais, acrescidos de 13º e férias. O pagamento deve ser retroativo à data do acidente e dividido entre as autoras. As filhas L.C.C.C. e N.C.C.C. receberão 3,67 salários mínimos mensais cada uma, da data do óbito até a concluir curso superior ou completar 25 anos. A esposa Maria Leopoldina Curvo de Campos receberá 3,67 salários desde o óbito e até as filhas atingirem o limite determinado. Gilberto Bussiki ainda condenou a denunciada Porto Seguro Cia de Seguros Gerais a cumprir o contrato estabelecido com José Pinheiro Coelho Filho, nos limites da apólice. Entenda o caso – De acordo com o processo, o menor de idade M.H.P.A. provocou um acidente de trânsito na Avenida Miguel Sutil, em novembro de 2013, próximo ao viaduto da rodoviária. Na ocasião, ele dirigia o veículo do avô. Com o impacto, atropelou três pessoas, dentre elas Enéas Cardoso Filho, que faleceu no local. O menor é neto de José Pinheiro Coelho Filho, a quem foi atribuída a responsabilidade do acidente em virtude de o menino estar sob sua guarda. (Com Assessoria)

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL