NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 10 de Agosto de 2020
CIDADES
Quarta-feira, 29 de Julho de 2020, 15h:36

MEDIDAS PREVENTIVAS

Conveniências de postos podem funcionar de segunda a sábado

Horário será das 6h30 às 19h; distribuidoras de bebidas funcionam das 12 às 21h, vedado consumo no local

Da Redação
Sicom/Prefeitura
Prefeito determinou que conveniências de postos funcionem das 6h30 às 19h

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) determinou alteração no horário permitido de funcionamento das conveniências localizadas em postos de combustíveis, que passa a ser de segunda-feira à sábado, das 6h30 às 19h, vedado o consumo no local, bem como a abertura aos domingos e feriados.

O decreto nº 8.021, que altera o artigo 5º do Decreto nº 8.020/2020, foi publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (29).

As distribuidoras de bebidas fora de postos de combustíveis seguem com horário determinado pelo Decreto nº 8.020, ou seja, de segunda-feira à sábado, das 12h às 21h, vedado o consumo no local, bem como o funcionamento aos domingos e feriados.

Na segunda-feira (27), o prefeito anunciou novas medidas emergenciais e temporárias de restrição às atividades essenciais e não essenciais, visando a conter o avanço do novo coronavírus, causador da Covid-19, em consonância ao Decreto Estadual nº 573, publicado na última sexta-feira (24) e à qual o Município está submetido, conforme decisão proferida pelo juiz José Luiz Leite Lindote, da Vara da Fazenda Pública de Várzea Grande, no último dia 23.

As medidas restritivas levam em conta o alto número de casos confirmados e de óbitos decorrentes da Covid-19 em todo o Estado e na Capital, que, atualmente, se encontra na classificação de risco alto de contágio pelo vírus, conforme a Secretaria de Estado de Saúde.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL