NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sexta-feira, 03 de Julho de 2020
CIDADES
Quarta-feira, 03 de Junho de 2020, 12h:50

PANDEMIA NA CAPITAL

Em Cuiabá, 25 bairros concentram 50% dos casos de Covid-19

Das 125 comunidades, 105 (84,0%) já notificam a doença: aumento de 12 localidades entre 23 e 30 de maio

JOANICE DE DEUS
Da Reportagem
Divulgação
Na sua 16ª semana de pandemia, o Brasil tem uma taxa de 20 mortos por 100 mil habitantes

Em uma semana, houve um aumento gradativo da quantidade de bairros com casos confirmados de Covid-19, em Cuiabá.

Das 125 comunidades, 105 (84,0%) já notificam a doença, evidenciando o aumento de doze localidades, entre os dias 23 e 30 de maio passado.

Além disso, cerca de 50% dos registros de Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, encontram-se distribuídos em 25 bairros, conforme informe epidemiológico publicado semanalmente pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Dos 25, os principais são Jardim Imperial (25), Duque de Caxias (18), Jardim Aclimação (15), Quilombo (14), Jardim Itália (13), Centro Sul (11), Jardim Vitória (10), Alvorada (10), Dom Aquino (9), Bosque da Saúde (9), Morada do Ouro (9), CPA 4 (9), Bela Vista (9), Areão (8), Santa Rosa (8), Jardim das Américas (8).

O informe é elaborado com apoio de pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), com o objetivo de monitorar o padrão de morbidade e mortalidade e descrever as características clínicas e epidemiológicas dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) pelo coronavírus em residentes no município.

Neste último informe, divulgado no fim da tarde de segunda-feira (1º), constam dados desde a data da notificação do primeiro caso até a 22ª semana epidemiológica, compreendendo o período de 14 de março a 30 de maio.

O boletim aponta ainda que pesquisa realizada recentemente estimou que no Brasil, para cada caso confirmado de Covid-19 registrado oficialmente, existem sete casos reais na população, tendo em vista que cerca de 80% da população apresentam sintomas leves ou são assintomáticos e não procuram os serviços de saúde.

Até 30 de maio, eram 521 casos (residentes ou não em Cuiabá) em monitoramento, 193 recuperados e 181 internados (suspeitos e confirmados), sendo metade em leitos de unidade de tratamento intensivo (UTI).

Houve um crescimento de 70% (298) de casos confirmados da doença em residentes na semana, aumento de 80% (4) de óbitos em residentes e 85% dos bairros têm casos confirmados de Covid.

Até então, do total de casos em residentes em Mato Grosso (2.373) 30,5% foram em habitantes na capital. A taxa de incidência foi de 117,7 casos para 100 mil pessoas, bem mais elevada que a incidência em Mato Grosso, que era 68,7/100 mil habitantes, mas inferior a taxa de incidência no Brasil que foi 235,0/100 mil.

Além disso, os números que vêm crescendo diariamente. Até a noite de terça-feira (2), a Secretaria Estadual de Saúde notificou 2.817 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso.

PREVENÇÃO - A Prefeitura reforça que manter o distanciamento social, o isolamento de casos e a investigação de contatos, são ferramentas efetivas para o controle da pandemia até o presente momento.

Tais medidas conjuntas propiciam a redução do número de reprodução da infecção, o aumento do tempo de duplicação do número de casos, o retardamento do pico da epidemia, a redução no número de casos dentro de uma cidade e a consequente redução da demanda hospitalar e do número de óbitos.

Reitera ainda que não existe vacina para prevenir a infecção tão pouco medicamento antiviral específico para seu tratamento, portanto a melhor maneira de prevenir a infecção é evitar a exposição ao vírus.

Torna-se necessário fortalecer também as medidas individuais como estratégia para o controle da Covid-19.

O uso de máscara é obrigatório, pois elas servem como barreira mecânica à transmissão do vírus. Além disso, é necessário intensificar os cuidados de higiene pessoal, como lavar as mãos frequentemente, e evitar aglomerações.

Leia mais sobre o assunto:

Jardim Imperial e Duque de Caxias lideram em casos de coronavírus

 


1 COMENTÁRIO:







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.

David Santana Braz da Silva  03-06-2020 13:43:03
Simples; Feche todas as entradas e saídas do bairro, exceto uma posição principal, com um posto de controle. Feche todas as atividades do bairro por 30 dias, não importam quais sejam. Faça o teste rápido em todas as pessoas que moram no bairro. Pra sair, ou entrar, a pessoa tem que comprovar que mora no bairro e obrigado a fazer o teste rápido, quantas vezes passar pela barreira de controle. .Após 30 dias reavalie a situação, se libera ou se mantém fechado por mais 30 dias. Estes procedimentos são definidos dentro do que se chama "isolação social qualificada". Coragem!

Responder

2
0



ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL