NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 08 de Abril de 2020
CIDADES
Quinta-feira, 26 de Março de 2020, 00h:00

PANDEMIA

Estado mapeia hospitais para pacientes com coronavírus

O governo do Estado determinou o mapeamento dos hospitais ligados a rede estadual de saúde para levantar a disponibilidade de leitos de cada um e que poderão ser colocados para atendimento exclusivo aos pacientes que apresentarem quadro grave do novo coronavírus (Covid-19). A decisão foi anunciada após reunião do governador Mauro Mendes com os prefeitos de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, e de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos.

O levantamento deve abranger 54 unidades hospitalares. “Vamos fazer esse trabalho e, depois, uma equipe técnica vai escolher as nossas referências estaduais para ter este leito com exclusividade para os eventuais casos que demandem internação nos nossos hospitais”, disse Mendes em vídeo divulgado pela assessoria de Comunicação. O encontro também teve a presença de outras autoridades, como o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga.

Na sequência, segundo Mendes, todo o conjunto de vagas dessas unidades hospitalares vão fazer parte de uma regulação estadual única, que será construída a partir do serviço de regulação já existente na capital mato-grossense. “Nós discutimos pontos importantes de como integrar a rede desses municípios a um planejamento estadual. Cada município já tem um planejamento e, dentro de três dias, Cuiabá e Várzea Grande vão entregar para o governo do Estado o planejamento dos dois municípios para que nós possamos articular em conjunto o atendimento exclusivo aos pacientes com coronavírus na Baixada Cuiabana e atendendo ainda uma boa parte do Estado de Mato Grosso”, enfatizou.

Ainda nesta semana, o governo informou que irá construir 200 leitos no Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, para atender os casos graves da doença. A expectativa é de que a obra fique pronta em 15 dias. A construção será rápida, pois o modelo do projeto prevê a montagem das paredes com painel isotérmico, mesmo sistema usado na China. Um modelo eficiente de fácil montagem que otimiza o tempo de obra. O valor do investimento é estimado em R$ 2,5 milhões.

O secretário de Estado de Saúde (Ses), Gilberto Figueiredo, também informou em entrevista à imprensa, que em Mato Grosso existem em torno de mil leitos clínicos e de unidades de tratamento intensivo (UTIs) que contam com respiradores pulmonares. Do total, 400 vagas estão na rede pública de saúde e os demais ofertadas pela rede particular. 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
Como você vê a decisão da Prefeitura de Cuiabá de prorrogar o isolamento social?
A medida do prefeito é acertada
Poderia ser mais flexível em alguns setores
Só precisa a população se conscientizar mais
Tanto faz
PARCIAL