NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Domingo, 09 de Agosto de 2020
CIDADES
Quinta-feira, 23 de Junho de 2016, 20h:17

Ex-atleta olímpica pede investimento no esporte

O dia da passagem da Tocha Olímpica em Cuiabá também foi o de lembrar das necessidades do Estado. Uma delas diz respeito principalmente ao que envolve os jogos olímpicos do Rio de Janeiro: a prática esportiva. Uma das grandes reivindicações de quem estava presente no evento é de que o Estado precisa realmente investir no esporte e nas crianças. A revezadora Maria Aparecida Souza de Lima foi uma das que apontou o esporte como precário. “Comecei muito cedo no esporte, aos nove anos. Não tinha patrocinadores e, treinando no fundo de uma escola, cheguei a ir para o Mundial. Fui à única mulher mato-grossense a ir para uma olimpíada até hoje, no salto triplo modalidade de atletismo”, diz. Maria hoje é treinadora de atletismo e diz que, infelizmente, tudo o que aconteceu com ela há 20 anos vem se repetindo com seus alunos. “Infelizmente não temos apoio do município. Colocamos atleta no nosso próprio carro para levar para competições. Continua a mesma precariedade da minha época. Mais de 20 anos depois, corremos atrás de ajuda. Vemos tantas crianças perdidas para a droga e para a marginalidade e o esporte seria o canal para tirá-las das ruas. É muito mais fácil investir em uma criança no esporte, do que depois tentar recuperar daquela que se perdeu”, diz. Regina Nascimento, que acompanhou a passagem da chama olímpica, também destacou a necessidade de o Estado valorizar a educação e o esporte. Segundo ela, mesmo que as crianças não se tornem medalhistas, terão uma boa formação. A estudante universitária Gabriela Nascimento afirma que a tocha poderia trazer uma “sacada política”, para que se investisse mais no esporte. Ela, que faz dança, afirma que se todos tivessem oportunidade e acesso às práticas esportivas, certamente a realidade seria diferente. “Nossos políticos deveriam investir nas crianças, que são o futuro”, afirmou.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL