NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sábado, 08 de Agosto de 2020
CIDADES
Sábado, 01 de Agosto de 2020, 18h:18

34 MORTES EM 24 HORAS

Mato Grosso tem 53.151 infectados e 1.876 mortos pelo coronavírus

Há 329 internações em UTIs e 300 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 88,5% para UTI

Da Redação
Divulgação
Foram registradas 1.073 novas confirmações de coronavírus no Estado, em 24 horas

A Secretaria de Estado de Saúde notificou, até a tarde deste sábado (1º), 53.151 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso..

No total, são 1.876 mortes em decorrência do coronavírus no Estado.

Nas últimas 24 horas, foram registradas 34 mortes causadas pela doença. 

Foram registradas 1.073 novas confirmações de coronavírus no Estado, em 24 horas.

Dos 53.151 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 18.339 pessoas estão em monitoramento e 32.936 estão recuperadas. 

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 329 internações em UTIs públicas e 300 em enfermarias públicas.

A taxa de ocupação está em 88,52% para UTIs adulto e em 33,94% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19, estão Cuiabá (11.686), Várzea Grande (4.204), Rondonópolis (3.290), Lucas do Rio Verde (2.860), Tangará da Serra (2.322), Sorriso (2.114), Sinop (2.077), Primavera do Leste (1.798), Nova Mutum (1.461) e Pontes e Lacerda (936). 

Um total de 48.051 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT).

Atualmente, restam 4.351 amostras em análise laboratorial. 

Confira o resumo do boletim da Secretaria de Saúde:

Tabela 0108

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL