NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 03 de Agosto de 2020
CIDADES
Sábado, 11 de Julho de 2020, 08h:37

PANDEMIA

Para reduzir lotação, Governo anuncia 19 UTIs no Estado

Segundo a Secretaria de Saúde, medida resultou na redução da taxa de ocupação, pela primeira vez

Da Redação
Mayke Toskano/GCom-MT
Com esse incremento, o Estado passa a contar em seus hospitais com 138 leitos de UTIs

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Saúde, anunciou ofuncionamento, na sexta-feira (10), de 19 leitos novos de UTIs em hospitais estaduais para o tratamento de pacientes com Covid-19. 

Com a medida, segundo a pasta, esta foi a primeira vez na semana que houve redução na taxa de ocupação de UTIs públicas no Estado.

Naquinta-feira (9), a taxa de ocupação registrada foi de 98,4% e, hoje, de acordo com o boletim epidemiológico, a taxa caiu para 90.5%.

A tendência, para a próxima semana, é que esse percentual caia ainda mais, pois há previsão de abertura de mais leitos de UTIs em cidades do interior.

Com esse incremento, o Estado passa a contar em seus hospitais com 138 leitos de UTIs.

Os novos leitos, que já foram colocados em funcionamento, na sexta-feira, estão localizados no Hospital Estadual Santa Casa (dez leitos) e no Hospital Regional de Sinop (nove leitos).

Outros 10 leitos de UTIs da Santa Casa entram em funcionamento neste sábado (11), de acordo com a diretora da unidade, Patrícia Dourado.

“Estamos com tudo pronto e já neste sábado eles irão para a regulação”, destacou.

Segundo o plano de trabalho da SES serão 30 no Hospital Metropolitano,  mais 10 no Hospital Regional de Sinop e 10 no Hospital Regional de Cáceres.   

Além disso, serão abertos leitos nos municípios Cuiabá (30), Alta Floresta (10), Água Boa (10), Confresa (10), Campo Verde (10), Pontes e Lacerda (10), Cáceres (5 leitos contratualizados com o Hospital São Luiz), Nova Mutum (20) e Peixoto de Azevedo (10).


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL