NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 05 de Agosto de 2020
CIDADES
Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2016, 20h:29

GREVISMO

Paralisação do Detran revolta o cidadão

JOANICE DE DEUS
Da Reportagem
A suspensão das atividades por parte dos servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) para acompanhar o debate ou votação, na Assembleia Legislativa (AL), do projeto de Lei 775/15, do Poder Executivo, que autoriza a autarquia a credenciar empresas para fazer o serviço de vistoria veicular, revoltou os usuários, que ficaram sem atendimento. “Não sabia da paralisação e fiquei sabendo dos motivos por conta do panfleto fixado na porta. Acho a medida boa. Vai ser boa para o público em geral, que terá outras opções para fazer a vistoria. Agora, os servidores param frequentemente, cobram, mas eles próprios não se esforçam para prestar um atendimento com mais presteza à população”, criticou o engenheiro civil Antônio Cláudio Santana, que não conseguiu ser atendido. De acordo com a presidente do Sindicato dos Servidores (Sinetran/MT), Daiane Renner, a proposta representará “aumento significativo da taxa” cobrada pelo serviço. “Não podemos aceitar um projeto de lei com o objetivo de liberar a terceirização, onde um serviço que hoje é executado exclusivamente pelo Estado, por força da Constituição Federal, a uma taxa de R$ 22,69 sofrerá um aumento de cerca de 600%, penalizando a população”, argumentou a sindicalista. Ela justifica ainda que a categoria busca a negociação com o governo para que nomeie os aprovados no último concurso público do órgão, em que 133 agentes do serviço de trânsito esperam para desempenhar os serviços especificamente na vistoria, bem como 11 engenheiros mecânicos para todos os pólos regionais. Presidente do Detran/MT, Rogers Elizandro Jarbas rebate. “Não estamos tirando a autonomia nem o serviço de vistoria veicular do Detran. Estamos dando mais uma opção para o cidadão escolher onde ele quer realizar a vistoria do seu veículo. O serviço continuará sendo executado pela autarquia e também por empresas privadas credenciadas junto ao Detran”, afiançou garantindo que os aprovados no concurso serão chamados, conforme cronograma estabelecido pelo Governo do Estado e observando-se a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). O projeto foi debatido ontem pela manhã, na sessão ordinária, na AL. Na sessão noturna da última terça-feira, os deputados aprovaram o requerimento de urgência para que a matéria receba atenção prioritária. A matéria estava prevista para ser votada à noite, na sessão marcada para começar às 17 horas.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL