NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 02 de Dezembro de 2020
CIDADES
Quinta-feira, 19 de Novembro de 2020, 13h:05

PANDEMIA NÃO ACABOU

Saúde alerta população para manter a luta contra a Covid-19

Reabertura das atividades econômicas não significa que a pandemia do novo coronavírus acabou

JOANICE DE DEUS
Da Reportagem
GCom-MT
O apelo da Secretaria de Saúde é para que a população não abandone a luta contra a doença

A flexibilização das restrições com a reabertura das atividades econômicas, em Cuiabá, não significa que a pandemia da Covid-19 acabou.

Apesar disso, parte da população insiste em descumprir o isolamento social e em adotar medidas de biosseguranças, como o uso de máscaras artesanais, ações consideradas pelas autoridades públicas em saúde como uma das formas mais eficazes para conter o coronavírus, que causa a doença.

Exemplo disso ocorreu neste último fim de semana, quando policiais do Grupo Raio de Motopatrulhamento do 10º Batalhão fecharam uma festa rave com 600 pessoas, em uma chácara, no Bairro Sucuri, na Capital.

“A população, principalmente nos bairros, não teve um comportamento de isolamento domiciliar desde o começo da pandemia. Desde o começo quando o comércio esteve fechado, a gente tinha muitas festas acontecendo e as pessoas se reunindo nas casas dos vizinhos. Esse comportamento não mudou tanto”, relatou a gerente de Vigilância em Doenças e Agravos Transmissíveis, Flávia Guimarães.

Porém, ela lembra que a Capital conta com uma população aproximada de 618 mil pessoas e, atualmente, tem cerca de 32 mil casos confirmados.

Com isso, ainda há um número grande de residentes que ainda podem contrair a doença.

“A gente se preocupa por que sabemos que se muitas pessoas adquirirem a doença ao mesmo tempo vai ter um percentual maior de internação e a rede pode não comportar. Então, essa é uma situação que preocupada. A transmissão vai acontecer, mas a gente precisa que ela ocorra ao longo do tempo”, disse. “O alerta é importante sempre para que, principalmente, a população sintomática entenda que ela é a transmissora”, completou, explicando que com essa pessoa isolada se quebra a cadeia de transmissão do vírus.

Por isso, o apelo é para que a população não abandone a luta contra o coronavírus.

Flávia Guimarães reforçou ainda a importância das medidas de controle como o isolamento social, distância mínima de 1,5 metro, uso de máscaras e de higiene como lavar com frequência as mãos com água e sabão e o uso do álcool gel.

Atualmente, Mato Grosso conta com 153.455 casos confirmados e 4.056 óbitos em decorrência do coronavírus. Do total, 32.710 em Cuiabá. Além disso, 5.003 estão em isolamento domiciliar e 143.998 recuperados. Mas, somente entre a segunda-feira (17) e a terça-feira (18), foram 608 novos casos no Estado. A taxa de ocupação nas UTIs públicas também subiu de 32,26% para 33,75% no mesmo período de 24 horas.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (32.710), Rondonópolis (11.356), Várzea Grande (11.053), Sinop (8.071), Sorriso (6.603), Lucas do Rio Verde (6.071), Tangará da Serra (5.942), Primavera do Leste (5.147), Cáceres (3.590) e Nova Mutum (3.221).

AGLOMERAÇÃO – A festa rave com 600 pessoas, aconteceu na tarde de domingo (15), em uma chácara, no Bairro Sucuri.

A aglomeração acabou com a chegada dos policiais Grupo Raio de Motopatrulhamento do 10º Batalhão.

No local, a PM prendeu um jovem, de 19 anos, e apreendeu um adolescente, de 15 anos, além de porções e cigarros de maconha.

A ação policial foi deflagrada após a equipe Raio da PM receber informações sobre um evento em uma chácara chamada “Festa Sexo na Rave”. Os policiais pediram apoio das guarnições do 10º BPM e Força Tática e juntos se deslocaram ao endereço apontado. Com a chegada dos policiais, os participantes da festa saíram correndo, pulando cercas e tentando se esconder.

Para o controle da situação, os policiais precisaram fazer uso de agente químico, para que fosse possível fazer o procedimento de abordagem.

Durante a checagem das 600 pessoas aglomeradas na chácara, os policiais encontraram com os suspeitos uma porção de maconha e um cigarro da mesma substância ilegal.

A PM fez varredura no local e apreendeu vidros com loló, porções de cocaína, maconha.

A pessoa organizadora da festa não foi encontrada na ação policial. As duas pessoas pegas com entorpecentes foram conduzidas à delegacia.

A ocorrência foi entregue à Polícia Judiciária Civil.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Você acha que o Cuiabá Esporte Clube tem chance de acesso à Série A do Brasileirão?
Sim
Não
Ainda falta estrutura
Precisa investir no elenco
PARCIAL