NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 07 de Julho de 2020
CIDADES
Terça-feira, 01 de Novembro de 2016, 20h:10

TRABALHO

Vendedor tem a mão esmagada

JOANICE DE DEUS
Da Reportagem
O vendedor Willian Ferreira de Freitas, 25 anos, foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, ontem pela manhã, após ficar com a mão presa em um moedor de caldo de cana. Ele trabalhava em uma barraca de salgados e garapa, instalada na Avenida Getúlio Vargas, em frente ao prédio do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), região central de Cuiabá. O acidente de trabalho ocorreu logo no início da manhã, às 07h45. O Corpo de Bombeiros foi acionado e fez o resgate, que durou cerca de meia hora. Para socorrê-lo, a equipe teve que desmontar e serrar todo o equipamento. Para isso, foram retirados os parafusos e toda a engrenagem da máquina de moer cana. Todo o esforço foi para que a mão do rapaz não sofresse danos ainda maiores. Após, o rapaz foi levado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o pronto-socorro da capital. De acordo com os bombeiros que atenderam a ocorrência, ele estava consciente, mas muito transtornado com a situação. A mão do trabalhador ficou esmagada, mas até o fim da manhã ainda não havia confirmação sobre possível risco de amputação. Os dedos do trabalhador ficaram presos no moedor por cerca de 30 minutos e, com isso, prendeu toda a circulação de sangue. Familiares informaram que Freitas trabalhava como mecânico no Paraná e, após ficar desempregado, veio para a capital mato-grossense com a esposa em busca de oportunidades. Chegando aqui, alugou o ponto de caldo de cana, mandou fazer manutenção no equipamento e trabalhava no local há apenas 10 dias.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL