NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 03 de Agosto de 2020
CUIABÁ URGENTE
Domingo, 12 de Julho de 2020, 09h:30

NA MIRA

Agronegócio pressiona pela demissão do ministro do Meio Ambiente

Da Redação

Agência Brasil

Ricardo Salles

Ministro Ricardo Salles: gestão é condenada pela maior parte do agronegócio

Empresário de frigoríficos e tradings e representantes da indústria têm pressionado o presidente Jair Bolsonaro a mudar o comando do Ministério do Meio Ambiente.

O movimento pela saída de Ricardo Salles foi iniciado no mês passado e é motivado pelo receio dos setores econômicos em perder mercado, sobretudo na União Europeia, por causa da imagem negativa do Brasil, segundo a Folha de S. Paulo.

No mês passado, gestoras europeias de recursos no Brasil ameaçaram desinvestir no país, caso o desmatamento na floresta amazônica não seja reduzido.

Conforme o jornal, mesmo diante das pressões interna e externa, o presidente disse, na última semana, a um grupo de ministros que não pretende retirar Salles da pasta. 

Segundo auxiliares do Palácio do Planalto, o movimento de frigoríficos e tradings tem apoio e é estimulado dentro do próprio Ministério da Agricultura por aliados da ministra Tereza Cristina.

Eles defendem que o Meio Ambiente deixe de ser um ministério e passe a ser incorporado pela pasta.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL