NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 08 de Julho de 2020
CUIABÁ URGENTE
Sexta-feira, 11 de Janeiro de 2019, 16h:51

Cuiabá Urgente 11-01-2019

Saída Para tentar conter a crise financeira de Mato Grosso, o governador Mauro Mendes (DEM) está tentando buscar dinheiro com quem tem no Estado: o povo do agronegócio. E o meio mais rápido é através do Fethab. Magoou Os líderes das associações dos produtores rurais não gostaram nada da proposta de MM, encaminhada à Assembleia na última quinta-feira (10). Antes, porém, o governador se reuniu com os produtores. Comunicado Um dos presentes na reunião com MM reclamou que o novo governador apenas e tão-somente comunicou-lhes sobre a medida que iria tomar, não lhes dando tempo nem de analisar a proposta. Professores Segundo esse mesmo líder, a diferença entre o atual governador e o antigo inquilino no Paiaguás é que Pedro Taques (PSDB) achava (ou acha?) que é professor de Deus. Já Mendes tem certeza! Pode? Ouvido Quem anda ouvindo as reclamações dos produtores rurais é o vice de MM, Otaviano Pivetta (PDT), um dos barões do agronegócio de Mato Grosso. Pivetta ouve todos com atenção, depois avisa que não há outra solução. Caminhos Pivetta tenta animar os colegas de campo afirmando que as medidas agora tomadas vão dar resultados no curto prazo, e que, anualmente, R$ 500 milhões serão investidos para construir os “caminhos” de Mato Grosso. “Espião” No contexto da reforma administrativa, Mauro Mendes (DEM) prevê a criação do Gabinete de Gestão Estratégica. Vinculado ao Gabinete do Governador, o titular da nova pasta vai monitorar as 15 secretarias de Estado. Intervenção Na verdade, além de guiar e corrigir as ações, o gabinete poderá intervir na execução das ações consideradas prioritárias do Executivo. E dará pitacos até na política de Comunicação Social do Governo. De confiança O titular da pasta, obviamente, será uma pessoa da mais estrita confiança de MM. Um dos seus principais homens de confiança, Mauro Carvalho, já ocupa a não menos estratégica e poderosa Casa Civil do Paiaguás. Convite O senador diplomado Jayme Campos (DEM) terá direito a convidar 45 pessoas para a solenidade de sua posse, no dia 1º de fevereiro. A informação é da diretoria-geral do Senado, que prevê, no total, 2.430 convidados. ............... A PM e a bandidagem “Vamos buscar mais operações ostensivas primárias. Polícia na rua, buscando, checando e conduzindo. Buscar a integração com os órgãos de Segurança Pública, tanto na parte operacional, quanto na inteligência, para promovermos assim o combate ao crime organizado, efetivamente”. Do novo comandante da Polícia Militar de MT, coronel Jonildo de Assis, empossado na última quinta-feira (10). ............... Prejuízo A polêmica CPI dos Fundos, que investiga desvios no Fethab e no Fundeb, concluiu que um acordo, do Estado com a Petrobras, em 2018, para pagamento de dívidas fiscais, causou prejuízo de R$ 645 milhões a MT. No escuro Pelo menos, é o que aponta relatório da CPI, de autoria do deputado Nininho (PSD). Segundo ele, a medida foi realizada “no apagar das luzes da gestão Pedro Taques”, e só teria beneficiado a estatal do petróleo. Diga-me com... O curioso da maioria das CPIs da AL é que seus condutores têm contas a acertar com a Justiça. Nininho, por exemplo, é alvo da Operação Bereré, aquela que investiga desvio de R$ 30 milhões dos cofres do Detran-MT. ...quem andas O deputado do PSD também foi alvo da Operação Djà Vu, do Gaeco, que trata de suposto esquema notas frias para prestação de contas referentes a pagamentos de verbas indenizatórias na Assembleia Legislativa. Vai e volta Em entrevista, o deputado Carlos Bezerra (MDB) avaliou que o Governo tem tudo para se tornar uma grande força política e implementar as reformas no País. Ainda recentemente, CB duvidou da competência do presidente. “Cobrança” Via assessoria, o ainda senador José Medeiros (Podemos) diz que se reuniu com os ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e Gustavo Bebianno (Secretaria Geral) e “cobrou” o pagamento de R$ 400 milhões do FEX. Deu em nada? Autointitulado “amigo” de Jair Bolsonaro (PSL), Medeiros disse que “fará tudo” para aproximar o governador Mauro Mendes do presidente. Só não informou o resultado do seu encontro com os dois ministros de JB.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL