NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sábado, 04 de Julho de 2020
CUIABÁ URGENTE
Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2019, 17h:00

Cuiabá Urgente 16-01-2019

Perdeu o rumo Sem Pedro Taques no circuito e contabilizando a derrota do grupo na eleição de 2018, aos poucos, o PSDB vira uma sigla nanica em MT. Não tem força para fazer oposição ao governador Mauro Mendes (DEM) na Assembleia. Protagonismo Com a reeleição de apenas dois deputados estaduais (Guilherme Maluf e Wilson Santos) e sem nenhum membro nas bancadas da Câmara Federal e do Senado, o tucanato perdeu o protagonismo. Não haveria garantia de sobrevivência. Acenos Ex-líder de Taques, Wilson já acena positivamente para Mauro. O tucano sinalizou apoio ao projeto do democrata para “tirar o Estado da crise”. Dificilmente, WS integrará a base de MM, mas será menos oposição. Interesses Maluf sonhava em se perpetuar na 1ª Secretaria da AL. Seu objetivo, agora, seria uma vaga de conselheiro do Tribunal de Contas, segundo revelou o ex-prefeito Roberto França, no programa “Resumo do Dia”, da TBO. Exemplo Em época de corte extremo nos gastos públicos, Mauro Mendes quer dar exemplo. Ontem, ele viajou a Brasília sem gastar um centavo do caixa do Governo: pegou uma carona no jatinho do senador eleito Jayme Campos (DEM). Pacotão O pacote enviado pelo Governo, com as medidas para tirar o Estado da crise financeira, é duro. Muita gente está chiando e todos sabem que terão que fazer concessões: Governo, produtores rurais, poderes e servidores públicos. Sem férias Até o ex-ministro Blairo Maggi, que curte férias com a família nas praias de Camboriú (SC), teve que trocar umas horas de mar para se deslocar até Mato Grosso. Veio discutir as medidas que vão afetar o agronegócio. Proposta BM defende a reedição do Fethab 2, com aumento da contribuição do setor do algodão, e que MM tenha, por dois anos, a liberdade de usar 100% do dinheiro como bem lhe convier, para arrumar as finanças do Estado. Farra “Hoje, o povo aqui está a fim de derrubar veto. Quando Pedro Taques estava lá [no Paiaguás], ninguém derrubava nada”. Do presidente da AL, Eduardo Botelho (DEM), em sessão plenária, na terça-feira (15). Por que será, né? Homenagem Secretário de Fazenda, Rogério Gallo sugeriu pendurar o ex-governador Silval Barbosa em praça pública, com uma placa que o identificasse como "o cara que desestabilizou por completo as finanças do Estado". .............. Fazendeiro radical Presidente licenciado da UDR, Luiz Antônio Nabhan Garcia, 60, esperava ser ministro da Agricultura e virou secretário de Assuntos Fundiários. Em entrevista à Veja, ele defendeu o decreto de posse de armas (“Na minha casa, não durmo sem uma arma”, afirmou) e disse que não aceitará negociar com o MST, a quem tachou de organização criminosa. Prometeu fechar as escolas do MST: “São fabriquinhas de ditadores”. ............... Via 2020 Presidente do PSL/MT, o deputado federal eleito Nelson Barbudo admite que o pastor Victório Galli é uma opção da legenda para disputar a sucessão do prefeito Emanuel Pinheiro (DEM), nas eleições de 2020. “Amigo” de JB Faltando quase dois anos para a disputa, Galli, na verdade, já posa como pré-candidato ao Alencastro. Inclusive, usando o nome do presidente Bolsonaro. Como cacique do PSL em Cuiabá, ele dá as cartas na legenda. Ultra Rejeitado nas urnas em 2018, na disputa pela Câmara Federal, o deputado é considerado ultra-conservador e ultra-homofóbico. Há quem considere que, no Congresso, ele teria atuado em defesa apenas dos evangélicos. Milagre... Um dos 14 novatos da Assembleia, Sílvio Fávero (PSL) ainda acredita num, digamos, milagre para reverter o quadro da eleição da “nova” Mesa Diretoria, no momento amplamente favorável ao atual presidente Eduardo Botelho. ...bolsonarista Fávero jura que sua candidatura a presidente está mantida. Curiosamente, ele assinou uma lista de apoiadores da reeleição de Botelho. O deputado diz ter apoio da cúpula nacional do PSL e do presidente Bolsonaro. Na mira Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles suspendeu, por 90 dias, as parcerias e convênios com ONGs. No ofício, ele pede o levantamento dos desembolsos destinados às ONGs pelos fundos da pasta referentes a 2018. Controle Além disso, Salles determina que todos os convênios, acordo de cooperação, atos e projetos do Ibama, do ICMbio e do JBRJ, celebrados com ONGs, deverão ser remetidos ao seu gabinete, para anuência prévia.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL