NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sexta-feira, 03 de Julho de 2020
CUIABÁ URGENTE
Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2019, 17h:37

Cuiabá Urgente 23-01-2019

Fatura política Quem tem faturado politicamente com o embate entre o Governo Mauro Mendes (DEM) e os servidores públicos é Janaína Riva (MDB). A deputada praticamente assumiu a linha de frente dos protestos, na Assembleia Legislativa. “Eleita” A moderação deu lugar à euforia depois que Janaína foi aplaudida por sindicalistas, na semana passada, durante audiência pública para discutir extinção de autarquias, e foi chamada de “governadora” por alguns mais afoitos. Feitiço Anteriormente, Janaína sinalizou que poderia ser, digamos, menos radical com o novo Governo. Seu partido faz parte da base aliada. Mas, a deputada anda inebriada com os aplausos de sindicalistas e sua trupe. Via 2020 A cúpula do MDB gosta do desempenho da deputada. Tanto, que seu nome já seria ventilado com uma opção para disputar a Prefeitura de Cuiabá em 2020. Um dos líderes do partido, o prefeito Emanuel Pinheiro, só acompanha... Base e guru Segundo analistas, a parlamentar não quer perder a sua base de votos, o funcionalismo público, e busca mostrar independência no Legislativo. Janaína seguiria orientação do pai, o notório José Riva. Incógnitas Da bancada de MT, só Jayme Campos (DEM) definiu em quem votará na disputa pela presidência do Senado: Davi Alcolumbre (DEM-AP). Os demais, Selma Arruda (PSL) e Wellington Fagundes (PR), não se manifestaram publicamente. Riscos Jayme pode até ficar sem opção para votar. Alcolumbre, que é ligado ao tristemente famoso Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), pode desistir da disputa e cavar a liderança do presidente Jair Bolsonaro no Congresso Nacional. Prêmio O deputado Valtenir Pereira perdeu a eleição, mas vai receber um prêmio: o Diretório do MDB em Cuiabá. Por obra e graça do dono do partido, o deputado federal reeleito Carlos Bezerra. Coisa de pai para filho. Ódio No momento em que se reaproxima (se é que o faz mesmo) de Emanuel Pinheiro, CB coloca no comando do partido um dos maiores adversários do prefeito da Capital. Valtenir, dizem, nutre um ódio sem tamanho por EP. Primeiro o meu Na eleição passada, Valtenir lutou em vão pelo apoio do prefeito para sua reeleição à Câmara Federal. EP, como se sabe, investiu tudo no filho Emanuelzinho (PTB), que foi eleito. Valtenir já trocou de partido sete vezes. ............... A crise é “braba” Em vigor há uma semana, o decreto de calamidade financeira, assinado pelo governador Mauro Mendes, estabelece metas de economia com despesas que vão do cafezinho ao consumo de energia elétrica e combustível. Entram na lista ainda serviços como água, limpeza, locação de veículos e imóveis. Haverá até uma campanha do tipo “adote uma caneca”, deixando copos descartáveis para o contribuinte. ............... Tá sobrando? Na semana passada, o senador eleito Jayme Campos chamou a atenção ao sugerir que a Prefeitura de Várzea Grande poderia emprestar uma boa grana ao Governo Mauro Mendes, neste momento de crise pela qual passa o Estado. Calma... JC sugeriu um empréstimo de R$ 200 milhões, que sairiam do Instituto de Previdência dos Servidores, o Previvag. A dona do cofre, prefeita Lucimar Campos, mulher do senador, acha que a medida ainda tem que ser estudada. Alvo O promotor José Antonio Borges, que assumirá o Ministério Público Estadual em 1º de março, tem sinalizado que algumas das principais medidas do órgão será empreender uma ação direta contra o combate à corrupção em Mato Grosso. União Uma das possibilidades é aproximar a atuação do Gaeco ao do Naco Criminal (Núcleo de Ações de Competência Ordinária), que analisa denúncias relacionadas a agentes políticos com foro no TJ, segundo o site MidiaNews. Esforço O senador Wellington Fagundes faz um esforço tremendo para manter suas indicações no DNIT. Na campanha para o Governo de MT, em 2018, o republicano esboçou apoio ao então candidato Jair Bolsonaro. A ação foi considerada tímida. Outros tempos Nos governos Dilma e Temer, o político mato-grossense, como se diz, “nadou de braçadas” no esquema de indicação de apaniguados para cargos. Até então, o DNIT era considerado um “curral político” do nobre senador. 2º escalão A última edição do Diário Oficial traz a nomeação de Jefferson Preza Moreno como adjunto de Turismo, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Moreno desempenhou a mesma função na gestão de Mauro Mendes como prefeito de Cuiabá.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL