NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 03 de Agosto de 2020
CUIABÁ URGENTE
Sexta-feira, 10 de Julho de 2020, 09h:40

VÍRUS & CRISE

Empresários queriam o fim da quarentena em Cuiabá e Várzea Grande

Da Redação

Divulgação

José Wenceslau

Presidente da Fecomércio, José Wenceslau: contra a quarentena em Cuiabá e VG

Comerciantes e industriais de Mato Grosso fizeram uma videoconferência, na quarta-feira (8), com diversas associações empresariais e o titular da Sedec (Secretaria de Desenvolvimento Econômico), César Miranda, para se posicionarem contra a paralisação parcial de setores não essenciais da economia forçada pela pandemia de Covid-19.

Para o presidente da Fecomércio, José Wenceslau de Souza Júnior, o isolamento social, como política de Estado, "não adiantou nada", pois o número de casos continuou aumentando, mesmo depois da ordem do juiz José Luiz Lindote, no dia 25 de junho, para a adoção do "lockdown" em Cuiabá e Várzea Grande.

Para Wenceslau, Mato Grosso vive uma crise econômica e social, com a falência de muitos estabelecimentos comerciais e consequente aumento da parcela da população desempregada.

O Governo e o MPE queriam prorrogação da quarentena por mais 14 dias.

Prevaleceu a proposta dos prefeitos Emanuel Pinheiro (MDB) e de Lucmar Campos (DEM), de prorrogação da medida por mais sete dias.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL