NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sábado, 17 de Abril de 2021
CUIABÁ URGENTE
Quinta-feira, 08 de Abril de 2021, 11h:54

LEU E NÃO ENTENDEU

Prefeito diz que cuiabano não será 'cobaia' de vacina da Rússia

Da Redação

Reprodução

Emanuel - perfil

O prefeito Emanuel Pinheiro, que discursa no melhor estilo bolsonarista

Em entrevista à Rádio CBN Cuiabá, nesta quinta-feira (8), Emanuel Pinheiro (MDB) disse que os cuiabanos não serão imunizados com a Sputnik V, se a Anvisa não aprovar a vacina russa.

Dando a entender que não conhece o processo que envolve a compra do imunizante por governadores - entre eles, Mauro Mendes (DEM) - e o trâmite na agência, o prefeito de Cuiabá afirmou que o povo da Capital não será "cobaia".

EP, na prática, discursa no melhor estilo Bolsonaro.

Em 2020, o presidente jurou que não compraria a vacina produzida na China - ao contrário de outros mandatários, que assinaram intenções de compra e aceleraram a imunização - e disse que o povo brasileiro não seria cobaia.

Só faltou o prefeito sugerir que o cuiabano, ao tomar a vacina da Rússia, poderia virar jacaré. Ou capivara.

Para Emanuel decorar: o impasse sobre a compra da Sputnik permanece porque a Anvisa exige um relatório técnico sobre a vacina emitido por autoridades no exterior.

Com compras contratadas pelo Ministério da Saúde e por governadores do Nordeste, a vacina Sputnik V ainda tem um caminho a percorrer até ser aprovada pela agência.

Atualmente, há dois processos na Anvisa para liberar o imunizante: um pedido de importação excepcional feito por governadores e um pedido de uso emergencial feito pela União Química, que representa a vacina no país.

Será que a secretária de Saúde de Cuiabá não sabe disso?


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Você aprova a descentralização da vacinação contra a Covid?
Sim. Já passou da hora
Não. Era melhor só no Centro de Eventos
Ainda está a desejar
O certo é utilizar todos os postos de Saúde
PARCIAL