Domingo, 22 de setembro de 2019 Edição nº 15219 15/05/2019  










PROJETOS CULTURAISAnterior | Índice | Próxima

Governo cobra R$ 842 mil de produtores culturais

Da Reportagem

O Governo do Estado notificou 44 produtores a devolverem o montante de R$ 842,4 mil aos cofres públicos em até 30 dias. A medida se deve a irregularidades encontradas em projetos culturais bancados pelo Executivo.

A determinação consta no Diário Oficial do Estado que circulou na segunda-feira (13), e é assinada pelo secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Allan Kardec.

Segundo o edital de notificação, os valores precisam ser corrigidos, já que a maioria dos projetos foi aprovada há mais de dez anos.

Em sua maioria, os convênios foram firmados entre Governo e produtores entre os anos de 1998 a 2004. Apenas dois dos contratos são datados de 2015.

A reportagem apurou que muitos desses produtores deixaram de prestar contas acerca dos trabalhos desempenhados.

Segundo a publicação, os produtores têm até 30 dias para se regularizarem com o Estado, sob pena de terem seus nomes incluídos na dívida ativa com Estado.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




15:30
15:29 Nietzsche ganha verniz pop em nova biografia, que o apresenta como misógino
15:29 Emicida retoma parceria com o duo Ibeyi na nova música Libre
15:28 Loucos de Amor volta aos palcos neste final de semana
15:28 Chico Cesar sai em busca de todas as forças


15:15 Entre vaias e aplausos a Bolsonaro, parlamentares são premiados e dançam funk
15:15 Ensino a distância triplica e presencial tem menos calouros em sete anos
15:14 Eduardo Bolsonaro destaca busto de barão do Rio Branco em comissão da Câmara
15:11 Gabinete do ódio tensiona Planalto
15:09 Marcha global pelo clima mobiliza ativistas em diversas cidades brasileiras
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018