Sábado, 19 de outubro de 2019 Edição nº 15324 10/10/2019  










EDUCAÇÃO BÁSICAAnterior | Índice | Próxima

Mais de 123 mil alunos participarão do Saeb 2019 em MT

A edição deste ano é considerada a maior da história e a previsão, segundo o Inep, é de que haja a participação de mais de 7 milhões de estudantes em todo país

JOANICE DE DEUS
Da Reportagem

Gestores e secretários estaduais e municipais de educação de Mato Grosso já deram o pontapé inicial para a realização do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) de 2019. No Estado, 5.154 turmas distribuídas em 1.280 escolas, localizadas nos 141 municípios mato-grossenses participam da avaliação nacional neste ano. Ao todo, serão 123.797 estudantes. O Saeb é apontado como a maior ferramenta utilizada para examinar a qualidade da educação básica no país e terá aplicações censitárias e amostrais.

De acordo com dados da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), fornecidos pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia federal vinculada ao Ministério da Educação (Mec) responsável pela realização do Saeb, somente da rede estadual de ensino serão 640 escolas, 3.401 turmas e um total de 81.888 alunos. Já na rede privada, serão 80 escolas, 169 turmas e 4.010 estudantes. Esses números têm como base no último Censo Escolar.

O Saeb 2019 ocorrerá no período de 21 de outubro a 1º de novembro próximo. A aplicação do exame, realizado a cada dois anos, teve início em 1990. A edição deste ano é considerada a maior da história e a previsão, segundo o Inep, é de que haja a participação de mais de 7 milhões de estudantes em todo país.

Em 2017, não só as escolas públicas do ensino fundamental, mas também as de ensino médio, públicas e privadas, passaram a ter resultados no Saeb e, consequentemente, no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Ainda, em junho passado, o Inep confirmou os colégios particulares selecionados para compor a parte amostral do sistema de avaliação e também receberam um e-mail com todas as orientações para participação.

Como parte do processo de aplicação das provas do Saeb 2019, a Seduc intensificou, neste mês de outubro, os “Dias ‘D’ da Aprendizagem”, conjunto de ações que promovem a reflexão sobre o processo de ensino, de aprendizagem e, principalmente, de intervenção pedagógica. “Esse é momento de motivarmos os estudantes para participarem do Sistema de Avaliação da Educação Básica”, destacou a secretária adjunta de Gestão Educacional da Seduc, Rosa Maria de Araújo Luzardo, por meio da assessoria de imprensa.

Rosa Luzardo frisou ainda que esta não é uma ação pontual, mas um conjunto de ações que devem ser realizadas por meio de uma relação colaborativa entre a Seduc, Centro de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação Básica (Cefapro), Assessorias Pedagógicas e as unidades escolares, para que entre tantos desafios possam refletir nas aprendizagens dos estudantes, bem como, a participação dos estudantes no dia da avaliação e a compreensão dos pais, neste importante processo para a educação.

Ainda, segundo a assessoria, os “Dias D da Aprendizagem” fazem parte do processo de aplicação das provas do Saeb 2019 em todas as escolas públicas (censitário) e privadas (amostral) localizadas em zonas urbanas e rurais que possuam 10 ou mais estudantes matriculados no 5º e 9º ano do ensino fundamental e de 3º do ensino médio. “Serão avaliados em questionários e testes de língua portuguesa e matemática”, reforçou.

Conforme Rosa Luzardo, neste ano, também serão avaliados os estudantes do 9º ano das Ciências da Natureza e das Ciências Humanas e os estudantes do 2º ano do ensino fundamental, tendo como referência as diretrizes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). “Ainda em caráter amostral, pela primeira vez, os estudantes do 2º ano do ensino fundamental, em testes de língua portuguesa e matemática, considerando as diretrizes da BNCC e as escolas de educação infantil que de igual maneira receberão questionários a serem preenchidos por professores e diretores de creches e pré-escolas”, informou.

O Saeb é formado por um conjunto de avaliações externas, realizadas periodicamente por meio da aplicação de instrumentos padronizados (testes cognitivos e questionários) para etapas específicas da educação básica, e que têm como principal objetivo diagnosticar a educação básica do Brasil, dos estados e dos municípios de modo que favoreça a elaboração, o monitoramento e o aprimoramento das políticas educacionais.

O resultado, combinado aos dados do Censo Escolar, permite o cálculo do Ideb. Além disso, de acordo com o Ministério da Educação, é possível fazer um retrato da educação básica em nível nacional e as informações ajudam a subsidiar a elaboração, o monitoramento e o aprimoramento de políticas públicas em educação baseadas em evidências.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




09:32 Semáforo do Círculo Militar
09:32 Tributação para área da saúde
09:31 Mistérios da República
09:31 Carne Carbono Neutro
09:31 Carne Carbono Neutro


09:30
09:30 O risco dos casuísmos
09:29 Gigante sueca aquece setor de audiolivros do Brasil
09:29 Renée Zellweger já desponta como favorita ao Oscar
09:29 Renée Zellweger já desponta como favorita ao Oscar
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018