Domingo, 17 de novembro de 2019 Edição nº 15330 18/10/2019  










MICRO E MINIGERAÇÃOAnterior | Índice | Próxima

Mato Grosso ultrapassa os 100 MW em potência instalada

Da Reportagem

Mato Grosso já conta com mais de 100 megawatts (mW) de potência instalada em geração distribuída, energia gerada localmente pelos próprios consumidores. De acordo com os dados reunidos pela Associação Brasileira de Geração Distribuída (ABGD) a partir de informações da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), há mais de 4.700 sistemas de micro e minigeração instalados no Estado, responsáveis por beneficiar mais de 5 mil unidades consumidoras. Um mesmo sistema pode abastecer mais de uma residência, como em condomínios ou edifícios residenciais.

De março a setembro, a potência instalada no Estado teve um crescimento de quase 100%, saltando de 54,18 mW em março para 107,46 mW no mês de setembro.

“Houve um aumento de quase 100% em potência instalada no Mato Grosso, isso é muito significativo”, afirma Carlos Evangelista, presidente da ABGD. A geração distribuída de energia vem crescendo exponencialmente, resultado de uma demanda cada vez maior por energia limpa e de baixo impacto ambiental. “Além de oferecer autonomia ao consumidor, a GD promove a geração de empregos e a redução de perdas elétricas; só temos a ganhar com ela”, garante o executivo.

Apesar do avanço, empresários do setor de energias renováveis do Estado preocupam-se com as perspectivas para o próximo ano. Uma revisão na Resolução nº 482 da Aneel, que cria regras para a compensação da energia que esses “prossumidores” injetam na rede, pode aumentar as taxas e reduzir em até 50% o crescimento da modalidade. “Estamos desenvolvendo um processo de conscientização, para que a sociedade e o governo percebam a importância do que já foi conquistado até agora e evitem esse retrocesso”, afirma Evangelista.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:29 A Bolívia e seus dilemas - parte II
17:29 BOA DISSONANTE
17:28 Estado adia para 2020 decisão sobre VLT
17:27 Diferença entre direita e bolsonarismo
17:26 A saída da extrema pobreza


17:26 Reflexões da vida
17:25 Toffoli intima BC e obtém dados sigilosos de 600 mil pessoas
17:25
17:24 Brics ignoram crise na Venezuela e Bolívia
17:24 Zona de livre comércio com China pode prejudicar indústria
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018