Sexta feira, 21 de fevereiro de 2020 Edição nº 15386 14/01/2020  










LEITORAnterior | Índice | Próxima

Emanuel sugere "sandálias da humildade" a Mauro

Antes de pedir Humildade (qualidade necessária a todo ser humano), esse indivíduo deveria se preocupar em criar vergonha na cara. E lembrar que só foi eleito por não haver nenhum outro candidato melhor. Apesar de estar prefeito, ninguém esqueceu o crime do Paletó. E nem a eleição comprada de seu filho "Emanuelzinho".

LUIS ANTONIO CHARTER, Cuiabá/MT

***



Sandália da humildade para Mendes e paletó sem bolso para Emanuel, meu povo!

ROBERTO OLIVEIRA, Cuiabá/MT

***



Só falou verdades...

ELIS MATSUBARA, Cuiabá/MT



Esposa de prefeito se destaca

Política sempre foi o sustento de famílias abastadas que se perpetuam no Poder por várias décadas. É apenas uma reedição. Mais do Mesmo. No Governo Federal são 102 nas Tetas da população, enquanto cortam direitos do povo.

AMANDA DUARTE, Cuiabá/MT



Estudo aponta retorno com incentivos

Fico curioso, pensando, porque será quando alguém é "desconhecido", no ambiente dos famosos e competentes em suas atividades/ações, é classificado de "João Ninguém"? Por que não Jandir, Pedro, Manoel, José...?! Enquanto não me explicam/convencem, vamos ao comentário. O programa Prodeic, de Mato Grosso, foi instituído a partir de 2004 e está sendo "elogiado" pela Fiemt, na pessoa de seu presidente. Considerando não haver maiores detalhes quanto às metodologias aplicadas - pelo menos a um "leigo" como eu -, dali aproveito o que já pensava há mais de trinta anos: "o incentivo fiscal sequer deveria ser classificado como "renúncia", pois só se renuncia a algo que já se possui". Exatamente! O que merece credibilidade, por coerência, que novas empresas passam a depender de novos empregados que, por sua vez, passam a ter um rendimento que são revertidos, predominantemente, ao consumo, gerando, por consequência, aumento de receitas pela tributação, com as "benesses" para qual são criados os tributos, onde incluem-se o consumo desses produtos isentados e, naturalmente, contribuindo para melhorar os índices de IDH. Quando me referi a "detalhes", foi no buscar entender/saber de onde vieram os números: incentivo de R$ 1,4 bilhão e o retorno de R$ 1,7 bilhão. Retorno para quem? Sob que forma? O incentivo é "isenção e/ou redução" de tributos, no caso, ICMS e, considerando que quem paga esse - e todos os demais - tributos é o consumidor, então, esses produtos "isentados", passaram a ter um preço de venda menor e, em tendo, seria um concorrência desleal aos de mesma atividade e, em não, passa a ser um "lucro extra" exorbitante aos "incentivados", posto que 17,00% de ICMS, por dentro, passa a ser de 20,48(192)%, ou seja, o consumidor paga para o empresário montar/estruturar sua empresa, ou não é assim? Além do mais, toda vez que leio/ouço na mídia, presidentes de associações de classes empresariais "falando bem" de ações governamentais na área tributária, podem apostar, estão levando vantagem e, notem, estou falando de ações a descoberto, mas, como sabemos, temos muitos empresários de diversos segmentos sendo processados judicialmente por terem usados de "jeitinho" para obter tais benefícios ou semelhantes. Ah, claro que não vou ter respostas, afinal chamo-me João.

JOÃO GALDINO DE MEDEIROS, Economista – Tributólogo, São Paulo/SP

jgaldinomedeiros@hotmail.com



Maggi diz que vai se desfiliar para evitar especulações

Gosto do Blairo, mas ele sai com cada uma, como essa de se desfiliar. Blairo, você não é o suprassumo do pacote e nem é o bam vam vam que você se acha. Diga não. E pronto.

JOSE PAULO NUNES, Cuiabá/MT



Mauro sinaliza apoiar Fávaro ao senado

Vai quebrar a cara governador. Arrume um candidato melhor para o seu grupo político. Esse traíra não está com nada.

RODRIGO LOMBARDI, Cuiabá/MT



Emanuel vê DEM "rachado"

Emanuel Pinheiro não é unanimidade em nenhum aspecto, haja visto o escândalo do paletó que não foi, nem será, esclarecido. Por conseguinte, onde quer que ele busque apoio vai ocorrer racha, e, durante a campanha esse episódio vai mostrar um efeito deletério à sua candidatura.

ALVARO ANTUNES, Cuiabá/MT





Motorista de Janaína é preso

Isso é normal em uma quadrilha, um rouba outro, não tem que estranhar nada.

VANDO PAIXÃO, Cuiabá/MT

***



42 mil em casa na véspera de natal papai Noel chegou mais cedo lá né.

SANDRO NOGUEIRA, Cuiabá/MT



Em 4 anos, MT terá mais aposentados que ativos

Eu queria o sistema de capitalização e que o governo me devolvesse com correções todo dinheiro que investi na previdência para que eu escolhesse uma instituição privada. O governo não devolve e ao mesmo tempo some com o nosso dinheiro. Uma vergonha.

JULIO MESQUITA, Cuiabá/MT



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




16:30 Abilio pode ser o segundo vereador a ser cassado por quebra de decoro
16:30 Jeferson Schneider diminui delação de Silval e critica MP
16:29 BOA DISSONANTE
16:28 Alcolumbre anuncia apoio a Julio Campos
16:27 Campanha da Fraternidade - 2020


16:27 Em defesa de quem cria
16:27 Não é não, especialmente no Carnaval
16:26 Trânsito
16:25
16:25 Um futuro para o trabalho
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018