Sexta feira, 17 de janeiro de 2020 Edição nº 15387 15/01/2020  










Anterior | Índice | Próxima

Revolução silenciosa

Ainda que com baixa visibilidade para a grande maioria da população brasileira, uma revolução silenciosa está em andamento nos subterrâneos da administração federal. Mais de 500 serviços públicos já estão em avançado processo de digitalização, um passo decisivo para desburocratizar e simplificar a vida dos brasileiros.

Capitaneada pela Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, a revolução facilita o acesso a repartições que vão do INSS ao serviço militar, da concessão de carteiras de estudante à carteira de trabalho. Além de evitar deslocamentos e papeladas inúteis, com muitas horas de espera em guichês e balcões, a digitalização proporcionará gradualmente uma redução de custos também na folha do funcionalismo. No futuro, aqueles servidores em contato com a população e dos quais se exige apenas trabalhos manuais e de baixa demanda intelectual devem ser gradativamente substituídos por servidores com formação mais ampla, capazes de solucionar problemas complexos e com crescente autonomia para ajudar a deslanchar a anacrônica gestão pública brasileira.

Durante bom tempo, o Brasil foi referência tecnológica mundial em dois campos fundamentais da atividade pública: na elaboração do Imposto de Renda e na urna eletrônica, soluções eficazes desenvolvidas internamente. No entanto, os avanços não se multiplicaram, e por isso, apesar de tardia, a digitalização em larga escala dos pontos de contato dos cidadãos com a atividade pública é muito bem-vinda.

O Brasil ainda está distante do patamar tecnológico à disposição dos contribuintes de países de Primeiro Mundo, onde a relação com o serviço público é quase toda online. E, mesmo em comparação com nações mais pobres, como a Índia, o Brasil marca passo em questões que já deveriam estar resolvidas, como uma carteira de identidade nacional única e um processo de identificação menos sujeito a fraudes. Na Índia, quase toda a população já está registrada pela íris, o que permite acesso a benefícios sociais virtualmente imune a desvios.

Há serviços online que funcionam plenamente, como a carteira digital de habilitação, e outros que ainda se mostram capengas, como a emissão do certificado internacional de vacinação. A disposição para se digitalizar serviços é um grande passo, mas não basta apenas dizer que o acesso está agora online: por natureza, a prestação digital precisa ser simples e eficaz, dois atributos que desafiam a tradição de complexidade da burocracia local. Os serviços precisam também conversar entre si, evitando-se múltiplos cadastros, inclusive nos âmbitos estadual e municipal – essa tarefa, contudo, deve ser precedida de garantias de privacidade e segurança absolutas para os cidadãos.

A estrada que conduz a uma simplificação da vida burocrática dos brasileiros não tem fim, mas a pedra fundamental está lançada. Cabe agora ampliar os serviços, divulgá-los adequadamente e aperfeiçoar sua funcionalidade. Os contribuintes, cansados de purgar em filas e repartições, agradecem.



Mais de 500 serviços públicos já estão em avançado processo de digitalização, um passo decisivo para simplificar a vida dos brasileiros



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:40 Wilson Santos próximo da base de Mauro Mendes
17:40 MP investiga suspeita de fraude de pagamento em R$ 3,5 milhões em Cuiabá
17:39 Semana de Cano no Vasco tem busca por casa, dificuldade com português e boa impressão
17:39 Palmeiras mandará clássico contra o São Paulo em Araraquara
17:39 Carlos Sainz mantém vantagem e é tricampeão do Rali Dakar


17:38 Pedro desembarca no Rio para assinar com o Flamengo
17:38 Jobson, do Santos, alfineta Sampaoli e elogia Jesualdo por trato pessoal
17:38 Dos times cariocas, Fluminense buscou mais caras novas com status de titular
17:11 PF prevê novos indiciamentos pela tragédia de Brumadinho só após junho
17:11 Dia 25 de janeiro desmoronamento de barragem da Vale completa 1 ano
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018