Terça feira, 25 de fevereiro de 2020 Edição nº 15395 25/01/2020  










VAGA DE SELMAAnterior | Índice | Próxima

PDT quer Pivetta como candidato ao Senado

KAMILA ARRUDA
Da Reportagem

O Partido Democrático Brasileiro (PDT) já bateu martelo quanto ao nome do vice-governador Otaviano Pivetta para a disputa pela vaga deixada pela juíza aposentada Selma Arruda no Senado Federal. Apesar de o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Antônio Galvan, também ter colocado seu nome a disposição, a legenda encara o projeto de Pivetta como prioridade e, inclusive, já está articulando alianças para viabilizar a candidatura do integrante do Poder Executivo Estadual.

Galvan se colocou como pré-candidato do agronegócio, e chegou até a admitir a possibilidade de vir a retirar o seu nome caso o setor entrasse em um consenso.

“Eu acredito que, se tem alguém hoje dentro do Estado, que se for pra responder realmente pelo setor agropecuário, acredito que o meu nome é o mais indicado para esta vaga. Então, posso garantir que nos estamos preparados para essa nova missão caso ela venha a acontecer”, disse.

O presidente do PDT no Estado, secretário de Cultura e Esportes, Alan Kardec, entretanto, afirma que já conversou com o presidente da Aprosoja. “Nós ficamos contentes com a disposição do Galvan. Já sentamos com ele junto com o Otaviano Pivetta, e deixamos claro que nossa prioridade, hoje, é o Otaviano Pivetta, nosso nome mais experimentado e consolidado”, disse Kardec.

O PDT tenta uma aproximação com o Movimento Democrático Brasileiro (MDB) para a eleição suplementar que ocorre em 26 de abril. Para afunilar a relação entre as legendas, Kardec se reuniu com o deputado federal Carlos Bezerra (MDB), cacique do MDB, nesta semana para tratar do assunto.

O MDB participaria da coligação indicando o primeiro suplente da eventual chapa encabeçada por Pivetta. “Conversamos ontem com o Otaviano com o presidente do MDB, deputado federal Carlos Bezerra, para começar o diálogo sobre a possibilidade de alinhamento de construção de um grupo em torno dessa candidatura”, explicou.

Antes de lançar oficialmente a pré-candidatura de Pivetta, contudo, Kardec afirma que o partido irá contratar uma pesquisa qualitativa e quantitativa para verificar a viabilidade do projeto.

"Vamos fazer principalmente a qualitativa, para entender o cenário. Temos como exemplo a eleição no Tocantins, que teve uma abstenção muito grande, nas eleições ao Governo", lembrou.

A eleição suplementar que definirá o substituto de Selma, cassada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no final do ano passado, ocorre em 26 de abril deste ano, conforme resolução aprovada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Os partidos políticos devem definir os nomes que entrarão na disputa em convenção partidária até o dia 12 de março. O registro de candidato junto a Justiça Eleitoral deverá ser feito até o dia 17 do mesmo mês.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




16:30 Abilio pode ser o segundo vereador a ser cassado por quebra de decoro
16:30 Jeferson Schneider diminui delação de Silval e critica MP
16:29 BOA DISSONANTE
16:28 Alcolumbre anuncia apoio a Julio Campos
16:27 Campanha da Fraternidade - 2020


16:27 Em defesa de quem cria
16:27 Não é não, especialmente no Carnaval
16:26 Trânsito
16:25
16:25 Um futuro para o trabalho
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018