Quarta feira, 19 de fevereiro de 2020 Edição nº 15395 25/01/2020  










EMPREGOS/MTAnterior | Índice | Próxima

Geração de novas vagas encolheu quase 14% em 2019

MARIANNA PERES
Da Reportagem

Mato Grosso fechou 2019 com retração de 13,74% na oferta de novas vagas de empregos com carteira assinada, os chamados empregos formais. De janeiro a dezembro do ano passado, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), contabilizou a geração de 23.060 postos contra 26.736 nos doze meses do ano anterior. O maior empregador mato-grossense foi o setor de serviços, que abriu 8.553 novas vagas durante todo o ano passado. O segundo segmento que mais fomentou o nível de empregabilidade no Estado foi o Comércio, com outras 6.556 novas vagas.

Ainda conforme o Caged, divulgado ontem pela Secretaria do Trabalho, vinculada ao Ministério da Economia, todos os cinco mais importantes segmentos da atividade econômica mato-grossense fecharam o ano com desempenho positivo – apesar de um dezembro de resultados negativos -. Além de serviços e comércio, pela ordem, estão a indústria, com 4.831 novas vagas geradas, a agropecuária com outras 2.564 e a construção civil com mais 423 vagas novas.

Geograficamente, o interior mato-grossense dominou a oferta na geração de novas vagas com carteira assinada. Sinop, Sorriso e Várzea Grande, foram os maiores empregadores, com cada um ofertando ao longo do ano, 2.742 vagas, 2.501 e 2.040, respectivamente. Foram destaques também Nova Mutum, 1.532 vagas, Barra do Garças, 1.407 e a capital, Cuiabá, 1.389 vagas.

Em relação ao desempenho de dezembro, todos os cinco segmentos da atividade econômica de Mato Grosso fecharam em retração, sendo a indústria, o setor que mais eliminou vagas: -2.549 postos. Serviços cortou 2.203, agropecuária, -2.012, construção civil, -1.846 e comércio,-616. Diante desses resultados, o Caged de Mato Grosso no último mês de 2019 foi negativo, eliminou -9.352 vagas, saldo praticamente idêntico ao contabilizado no mesmo período do ano passado, quando o corte foi de 9.354 vagas.

Ainda nesse comparativo, Mato Grosso revela o segundo pior resultado entre os quatro estados da região Centro-Oeste. O maior demissor foi Goiás, -16.089, seguido por Mato Grosso, -9.352, Mato Grosso do Sul, -6.328 e o Distrito Federal, -5.197.

2019 - O Brasil fechou o ano passado com o maior saldo de emprego com carteira assinada em números absolutos desde 2013 com geração de 644.079 novas vagas de emprego formal, o que significa 115 mil postos a mais do que o registrado em 2018.

Todos os oitos setores da economia registraram saldo positivo em 2019. O destaque do ano ficou com Serviços, responsável pela geração de 382.525 postos. No Comércio foram 145.475 novas vagas e na Construção Civil, 71.115. O menor desempenho foi o da Administração Pública, com 822 novas vagas.

As cinco regiões fecharam o ano com saldo positivo. O melhor resultado absoluto foi o da região Sudeste, com a criação de 318.219 vagas. Na região Sul, houve abertura de 143.273 postos, no Nordeste, 76.561, no Centro-Oeste, 73.450 e no Norte, 32.576. Considerando a variação relativa do estoque de empregos, as regiões com melhores desempenhos foram Centro-Oeste, que cresceu 2,30%, Sul (+2,01%), Norte (+1,82%), Sudeste (+1,59%) e Nordeste (+1,21%).

Em 2019, o saldo também foi positivo para todas as unidades da federação, com destaque para São Paulo com a geração de 184.133 novos postos, Minas Gerais, com 97.720, e Santa Catarina, com 71.406.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




16:49 Silvio reafirma ter dado dinheiro para Emanuel Pinheiro
16:49 Silval Barbosa é condenado a 6 anos de prisão
16:49 TJ afasta promotora de MT suspeita de desviar quase R$ 1 milhão
16:48 Por unanimidade, STJ mantém conselheiros do TCE afastados
16:48 Partidos de oposição entram com pedido de cassação de Flávio Bolsonaro


16:47 Wilson diz que Taques pode ser Candidato
16:47 BOA DISSONANTE
16:46 Universidades sob mira de espiões
16:46 “Ela deu o rádio”
16:46 Parasitas
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018