Segunda feira, 24 de fevereiro de 2020 Edição nº 15409 14/02/2020  










LEITORAnterior | Índice | Próxima

Mauro evita falar em quem vai apoiar para vaga de Selma

Tem que ficar calado mesmo. Tudo bagaceira, quem o Mauro Mendes apoiar vai levar pau. O Dem não ganha mais nada em Mato Grosso, está queimando.

JOSÉ DIAS, Cuiabá/MT



Reunião, em Brasília sobre VLT é adiada

Parece que o governador MM quer é moleza - quer que a união pague para ele concluir a obra. Já disse e repito: Mauro Mendes vai ser o 3º governador a ser enterrado politicamente pelas obras do VLT. Não adianta enrolar: Prometeu na campanha tem de cumprir, ou então deveria ter a hombridade de ter assumido na campanha que não tinha compromisso com a conclusão da obra.

TEODORO DA SILVA JUNIO, Cuiabá/MT



Júlio pede neutralidade de Mauro

Estão vacilando, é bem provável que o apoio do governador retire todas as chances do apoiado.

MARIA HELEN OLIVEIRA, Cuiabá/MT



Motocicletas respondem por 52% dos acidentes

Faltam recursos para a saúde, isso é afirmado diariamente. Evidente que se 50% dos acidentes são de responsabilidade das motos, não podemos debitar esse ônus a população como um todo. Fácil, criar um fundo destinado a pagar as despesas dos acidentados com moto, parece ser a solução. No ato da venda da moto seria recolhido pela empresa vendedora valor determinado que seria calculado considerando os custos que esse tipo de veículo proporciona. Sempre Seria reajustado para mais ou para menos conforme o nível de despesas. Com certeza teríamos reduçã0 nas despesas com acidentes pois antes de vender uma moto as empresas treinariam seus clientes. Isso já é aplicado pela polícia federal, cumprindo a lei, aos interessados em adquirir armas de fogo. Só compra quem passa por treinamento. Parece que aumentariam as vendas de motos pois deixariam de ser veículos de alto risco.

ACIR CARLOS OCHOVE, Cuiabá/MT

ochove@terra.com.br



Implantação de Jardim Botânico deve começar

Não podia deixar de parabenizar pela iniciativa, uma vez que sou um dos entusiasta da implantação do Jardim Botânico em nossa capital.

JULIO MUZZI, eng. Civil, Cuiabá/MT

julio.muzzi@hotmail.com



Mauro defende reformas para reduzir custos

Senhor governador do Estado de Mato Grosso: reduzir a maquina do estado, só resolve se reduzir os comissionados, manter o quadro de efetivos que aí está, quadros de funcionários não efetivos somente através de processo seletivo, não promover concurso pelo prazo de 20 anos, pagar menos esses comissionados que remanescer, adequar os bens próprios alocando e utilizando as atividades do estado, evitando os aluguéis como o da procuradoria geral do estado que tinha sede antes e que hoje está vago. Criar uma conta bancária para cada tipo de recurso recebido para ter melhor controle, negociar com os poderes em reduzir os repasses e estes promover também as adequações necessárias, realocar funcionários que tem muito ociosos. Enfim acabar com a corrupção de vez que esse é o maior dos vilões que o estado sustenta.

BENEDITO COSTA, Cuiabá/MT



Mauro anuncia retomada de obras de 2 hospitais

Poderia pelo menos terminar a reforma do Hospital Adauto Botelho antes que caia na cabeça dos funcionários e pacientes, ou paciente psiquiátrico não conta?

ANGELA DE DEUS, Cuiabá/MT



Mauro veta acordo do DEM com Emanuel

Na minha modesta opinião de leigo politicamente falando, acho que no fundo Mauro Mendes nunca foi um democrata, entrou no DEM por composição politica para ganhar a eleição pra governador, em outras palavras: ele (Mauro) não saboreia os mesmos cardápios políticos dos Campos, e cedo ou mais tarde, vai desembarcar desse barco...anotem aí.

MARLAN, Cuiabá/MT



Calçadão na 13 de junho

Parabéns, tem o meu apoio. Aí vai ter muito mais Somalianos vendendo óculos e relógios falsificados.

ROGÉRIO GARCIA, Cuiabá/MT



Lúdio prega aliança da esquerda

A esquerda morreu e o Bolsonaro só veio para enterrar. Acorda Lúdio, estamos no século XXI. O mundo mudou!

PAULA BITENCURT, Cuiabá/MT



Energisa bate recorde em reclamações

Essa Energisa não tem jeito mesmo. Só sabem cobrar e cobram caro. Serviço, que é bom, nada!

SAMIRA ALVES, Cuiabá/MT

***



Quanta saudade da antiga Cemat. E depois dizem que privatização é solução.

SÉRGIO FRANCISCO CABRAL, Cuiabá/MT



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




16:30 Abilio pode ser o segundo vereador a ser cassado por quebra de decoro
16:30 Jeferson Schneider diminui delação de Silval e critica MP
16:29 BOA DISSONANTE
16:28 Alcolumbre anuncia apoio a Julio Campos
16:27 Campanha da Fraternidade - 2020


16:27 Em defesa de quem cria
16:27 Não é não, especialmente no Carnaval
16:26 Trânsito
16:25
16:25 Um futuro para o trabalho
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018