Segunda feira, 24 de fevereiro de 2020 Edição nº 15410 15/02/2020  










PREVENÇÃOAnterior | Índice | Próxima

Hoje tem dia “D” de vacinação contra o sarampo

Da Reportagem

O dia “D” da campanha nacional de vacinação contra o sarampo acontece, hoje (15), nos postos de saúde espalhados pelos municípios de Mato Grosso. Em Cuiabá, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) disponibiliza 67 salas de vacinas. Causado por um vírus, o sarampo é uma doença infecciosa grave, que pode levar à morte. Anteontem (13), o Rio de Janeiro (RJ) confirmou o primeiro óbito provocado pelo sarampo após 20 anos.

A imunização é a forma de prevenção. Esta fase da campanha, que começou no último dia 10, contempla a faixa etária de cinco a 19 anos. De acordo com a responsável técnica (RT) de Imunização da Secretaria de Saúde de Cuiabá, Sandra Horn, o público-alvo foi definido com base nas idades pontuadas pelos boletins epidemiológicos como mais susceptíveis a desenvolverem a forma grave da doença. “O Ministério da Saúde (MS) considerou as idades que, segundo as notificações da vigilância epidemiológica, apresentaram maior incidência em desenvolver casos mais graves onde a possibilidade de óbitos é de 0,80 por 100.000 habitantes”, explicou Horn.

A coordenadoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado de Saúde (Ses-MT) também orienta a população que integra a faixa etária especificada a procurar uma unidade de saúde do próprio município para receber a vacina, levando a caderneta ou o cartão vacinal. De acordo com dados da Ses-MT, estima-se que 29.540 pessoas não foram vacinadas na faixa etária de cinco a dezenove anos de idade, em Mato Grosso.

No Estado, o estoque de vacina contra a doença é de 18.535 doses até janeiro, mas deverão chegar mais 62 mil doses para a campanha. De acordo com dados da Vigilância, na faixa etária de cinco a nove anos, existem 7.849 pessoas que não tomaram a vacina; na faixa etária de 10 a 14 anos, existem 17.241 pessoas não vacinadas e, na faixa etária de 15 a 19 anos, 4.450 pessoas que ainda não se imunizaram contra o sarampo.

A doença já havia sido erradicada no Brasil, mas voltou a apresentar registros por conta de pais que se recusam a vacinar os filhos. Com isso, o país empreende todos os esforços para eliminar novamente a transmissão do vírus no país, com reforço da vacinação. Anteontem (13), A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro também confirmou a primeira morte por sarampo em 2020. A vítima é um bebê de oito meses, que morreu em 6 de janeiro, mas a confirmação da causa da morte só ocorreu agora.

O sarampo é uma doença altamente contagiosa, sendo transmitida por meio da fala, tosse e espirro. A doença pode deixar sequelas por toda a vida ou mesmo ser letal. A pessoa contaminada pode apresentar mal-estar geral, febre, manchas vermelhas que aparecem no rosto e vão descendo por todo o corpo, além de tosse, coriza e conjuntivite. Apresentando os sintomas, deve-se procurar imediatamente orientação médica.

Na capital, a abertura oficial da campanha acontecerá às 8h30 na unidade básica de saúde (UBS), do Bairro Jardim Vitória “I”. Entretanto, em toda a cidade estarão funcionando 67 salas de vacinas, incluindo três na área rural, a exemplo do Distrito da Guia, Aguaçu e Rio dos Peixes, que reúne as comunidades do Coxipó do Ouro e Barreiro Branco. O horário de atendimento em todas elas segue até 17 horas.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




16:30 Abilio pode ser o segundo vereador a ser cassado por quebra de decoro
16:30 Jeferson Schneider diminui delação de Silval e critica MP
16:29 BOA DISSONANTE
16:28 Alcolumbre anuncia apoio a Julio Campos
16:27 Campanha da Fraternidade - 2020


16:27 Em defesa de quem cria
16:27 Não é não, especialmente no Carnaval
16:26 Trânsito
16:25
16:25 Um futuro para o trabalho
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018