NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quinta-feira, 09 de Julho de 2020
ECONOMIA
Segunda-feira, 31 de Outubro de 2016, 19h:48

Aprosoja e Ampa conseguem na Justiça liberação

A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja/MT) e a Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa) conseguiram, na Justiça, a liberação para uso, transporte, comercialização e armazenagem do Benzoato de emamectina, defensivo utilizado para o combate de pragas nas lavouras de soja e algodão. No final da semana, foi publicado o recurso que suspende o efeito da proibição. “Foi um esforço das entidades para dar ao agricultor de Mato Grosso a opção de usar este produto tão importante no combate das lagartas de difícil controle”, diz Endrigo Dalcin, presidente da Aprosoja. O diretor técnico da entidade, Nery Ribas, explica que este é um produto extremamente eficiente e muito bem utilizado dentro do Manejo Integrado de Pragas (MIP). “É uma ferramenta dentro do que difundimos de uso de produtos com diferentes modos de ação, evitando a resistência”, afirma Ribas. Em 2014, o Ministério Público Federal (MPF) ingressou com uma ação contra o Instituto de Defesa Agropecuária (Indea/MT) e a União para proibir a comercialização e uso do produto no Estado. Devido ao grave ataque da lagarta Helicoverpa armigera nas últimas safras, o estado de Mato Grosso decretou emergência fitossanitária, o que deu o direito à importação do Benzoato de emamectina para as safras 2014/15 e 2015/16. Houve, desde então, uma sucessão de recursos da União e da Aprosoja/MT para conseguir derrubar a proibição. Mesmo com a liberação, os produtores rurais precisam seguir os procedimentos para adquirir e utilizar o Benzoato de emamectina, conforme orientação do Indea/MT disponível no link: http://bit.ly/2ePDnOg.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL