NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 10 de Agosto de 2020
ECONOMIA
Terça-feira, 01 de Outubro de 2019, 17h:20

DIA DAS CRIANÇAS

CDL Cuiabá projeta incremento 4,5% sobre as vendas

O Dia das Crianças está se aproximando e a data é considerada a segunda melhor em vendas para o comércio de brinquedos, que tem grande destaque para esse período, já que é a preferência da criançada. Para este ano, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Cuiabá) está com grandes expectativas para o comércio em geral. Segundo o superintendente da entidade, Fábio Granja, os empresários devem ter um incremento de 4,5% nas vendas.
"Nós tivemos no ano passado um aumento de em torno de 2%, mas para este ano, percebemos que a economia está em evolução, em passos de recuperação, além disso, nós temos algumas ações do governo federal, como a liberação do FGTS, Pis/Pasep, entre outras medidas, que nos fazem acreditar que teremos melhores vendas em 2019", afirmou o superintendente da entidade, Fábio Granja.
Conforme avaliação da CDL Cuiabá ainda, além dos brinquedos, outros itens que devem ter as vendas alavancadas neste período são: roupas, calçados e eletrônicos, sendo que o ticket médio por presente será de 170 reais.
Já os locais que serão preferências para compras, ficarão por conta dos shoppings (41%), comércio de rua (32%) e Internet (21%).
Para o superintendente da CDL Cuiabá ainda, as vendas do Dia das Crianças servem como um termômetro para o comércio em relação ao Natal. "Dependendo de como as vendas acontecem no Dia das Crianças, o reforço nos estoques pode ser de até 30% para o natal", diz ele.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL