NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 14 de Julho de 2020
ECONOMIA
Terça-feira, 01 de Novembro de 2016, 19h:39

MAIORES RENDAS

Cuiabá é 10ª no ranking das capitais

MARIANNA PERES
Da Editoria
Cuiabá ocupa a 10ª colocação em um ranking com as 20 capitais do país com a maior renda média domiciliar em 2015, com R$ 5.362. O estudo realizado pela Geofusion, empresa especializada em inteligência geográfica de mercado, traz na primeira posição Vitória, capital do Espírito Santo, com média de R$ 8.179, seguida por Brasília, com R$ 7.918, São Paulo, R$ 7.355, Rio de Janeiro, R$ 7.211 e Florianópolis com R$ 7.180. O estudo, divulgado ontem, mostra ainda que Cuiabá, quando considerada apenas a região Centro-Oeste, tem a terceira melhor posição, atrás de Brasília e Goiânia, com média domiciliar de R$ 5.702 e a nona posição no ranking nacional. A cidade com maior renda média domiciliar do País não é uma capital, mas fica perto. Santana de Parnaíba, na região metropolitana de São Paulo, lidera o ranking das 20 cidades brasileiras com maior renda média domiciliar do Brasil, seguida por São Caetano do Sul (SP) e Niterói (RJ). O estudo foi baseado nas Projeções Sociodemográficas 2015 da Geofusion, que estimam dados sobre o perfil da população de todo o Brasil. A metodologia leva em conta diversas pesquisas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), como o Censo, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) e Estimativas e Contagens da População. CENTRO-OESTE – A Geofusion também elaborou rankings regionais com as 20 maiores rendas de cada uma das cinco regiões do país. No Centro-Oeste, Mato Grosso ocupa oito posições. A classificação regional é liderada por Brasília, Goiânia, Cuiabá, Campos de Júlio (MT) e Campo Grande. Depois de Cuiabá, destacam-se por Mato Grosso os municípios de Campos de Júlio, com média domiciliar de R$ 5.294,82, na quarta posição. Primavera do Leste surge na sexta colocação com R$ 4.490,58. Na nona posição está Sorriso com R$ 4.358,56. Na décima posição está Lucas do Rio Verde com R$ 4.275,60. Na 13ª e 14ª estão pela ordem, Nova Mutum, com R$ 4.198,51 e Sinop com R$ 4.198,04. Na 18ª posição, Sapezal encerra a participação de Mato Grosso no ranking do Centro-Oeste com renda domiciliar média de R$ 4.082,46. Todas as cidades listadas e que representam o Estado, são municípios cuja economia está totalmente atrelada e vocacionada ao agronegócio, especialmente, na produção de grãos. Sorriso é o maior produtor de soja e milho do país, Campos de Júlio do maior de milho pipoca e girassol e Primavera do Leste e Sapezal, além de importantes produtores de soja são destaques também na oferta de algodão.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você acha da decisão da CPI do Paletó de pedir o afastamento do prefeito?
Ele tem que ser afastado
Ele tem que ser cassado
Ele é inocente
Tanto faz
PARCIAL