NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 07 de Julho de 2020
ECONOMIA
Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2019, 17h:32

EMPREENDEDORISMO

Do mercado financeiro ao imobiliário com faturamento de R$ 120 mi

Empresário do interior de MT cria rede de imobiliárias e transforma negócio em franquia com três modelos de negócios

Criada em Sinop, norte de Mato Grosso, a Nova Capital começa sua história quando em 2014 o empresário – que já havia passado alguns anos no mercado financeiro em São Paulo e havia voltado para o Estado - viu uma oportunidade de expandir os negócios no ramo imobiliário. “Eu tinha um loteamento de bom tamanho para vender, mas não tinha imobiliária que desse conta do empreendimento. Na minha cidade, havia uma imobiliária antiga e com problemas. O antigo dono ia fechar ou vender a empresa. Comprei e reformulei todo o negócio e começamos a vender loteamentos”, conta. A estratégia funcionou bem por 2 anos, mas o empresário notou que não poderia ficar exclusivamente dependente dos loteamentos, que apesar de bons produtos, rendiam receita apenas em determinadas épocas do ano. Neste momento, ele novamente reformulou o negócio, contratou os melhores corretores da cidade e passou a vender imóveis de terceiros. Fecharam o ano com lucro e a previsão de um novo e grande loteamento de 890 unidades para ser comercializado no ano seguinte. “Com esse loteamento grande, precisaria de mais braços e foi nesse momento que fui atrás de outras imobiliárias na cidade. Mas eu não queria apenas parceiras, eu queria que elas usassem a bandeira da Nova Capital. Assim eu ganharia também poder de marca. Fizemos um acordo de uso de marca com os donos de duas imobiliárias e assim passamos a três primeiras unidades da Nova Capital”, explica. Foi aí que o empresário viu que seu negócio era franqueável e que poderia expandir o modelo de negócio para todo o país. Formatou a franquia de modo que ela fosse um ótimo negócio para pequenos corretores que sonham em abrir o próprio negócio e também imobiliárias pequenas que podem ser integradas à franquia e com isso começar a usufruir de todas as vantagens que uma grande rede oferece. “Pensamos em um modelo que traz todas as vantagens de se estar em uma rede como, por exemplo, as compras cooperadas, assessoria jurídica e contábil e as campanhas de marketing. Hoje, uma pequena imobiliária não tem condições de fazer uma campanha de marketing bem feita porque é muito caro. Outra grande vantagem é o suporte e treinamento oferecidos pela franqueadora constantemente. Em rede, podemos fazer tudo e ainda temos o benefício do poder da marca, a exposição”, explica Raphael Bussolaro, diretor da Franquia. Para se tornar franqueado da Nova Capital é necessário investir R$ 17 mil a 40 mil, com retorno previsto do investimento em 18 meses com um faturamento médio mensal estimado em R$ 150 mil. A rede, que já conta com unidades em Mato Grosso, Rio de Janeiro e Pernambuco. Em 2018, a Nova Capital conquistou faturamento de R$ 120 milhões.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL