NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 03 de Agosto de 2020
ECONOMIA
Quinta-feira, 09 de Julho de 2020, 15h:04

HOLERITE

Salário de junho dos servidores estaduais será pago nesta sexta

A folha de pagamento líquida no mês de junho, segundo a Sefaz, foi de R$ 483.071.954,80

Divulgação
As empresas que já solicitaram o crédito emergencial não devem pleitear esta nova modalidade

O Governo do Estado paga, nesta sexta-feira (10), os salários do mês de junho dos servidores públicos ativos, inativos e pensionistas, cumprindo o calendário estabelecido em janeiro deste ano.

A folha de pagamento líquida no mês de junho, segundo a Secretaria Adjunta do Tesouro Estadual, da Secretaria de Fazenda, foi de R$ 483.071.954,80.

Desse montante R$ 300.622.523,40 destinam-se ao pagamento dos servidores ativos e R$ 182.449.431,40 para inativos e pensionistas.

Receberão salários e proventos 105.715 pessoas, sendo 65.376 servidores ativos; 35.941 inativos e mais 4.398 pensionistas.

Com o pagamento desta semana e de 40% do 13º salário dos servidores efetivos, inativos, aposentados e pensionistas, feito no dia 30 de junho passado, o governo está injetando mais de 700 milhões na economia estadual.

“Apesar da pandemia da Covid-19, a economia mato-grossense tem conseguido uma certa estabilidade e com isso estamos conseguindo honrar os compromissos assumido com os servidores e também com os fornecedores do Estado. Junte-se à esta relativa estabilidade, o equilíbrio nas contas públicas graças às medidas adotadas pelo governador Mauro Mendes, logo no início de sua gestão, de 2019”, disse o secretário Rogério Gallo.

As ordens de pagamento foram encaminhadas ao Banco do Brasil nesta quinta-feira (9).

A Secretaria Adjunta do Tesouro Estadual prevê que, até o meio dia desta sexta-feira, todos os depósitos já terão sido processados pelo banco.

Os valores estarão liberados tanto para quem tem contas no Banco do Brasil, como para aqueles que fizeram portabilidade a outros banco


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL