NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quinta-feira, 09 de Julho de 2020
ESPORTES
Sexta-feira, 25 de Novembro de 2016, 19h:29

SUL-AMERICANA

Chapecoense fará final em Curitiba

Depois de saber que terá pela frente o Atlético Nacional na decisão da Copa Sul-Americana, o que foi definido apenas em jogo encerrado no início da última madrugada de sexta-feira, a Chapecoense confirmou oficialmente que irá abrigar o confronto de volta da final, em 7 de dezembro, no estádio Couto Pereira, às 20h45, em Curitiba (PR). Após eliminar o San Lorenzo com um empate por 0 a 0, na última quarta-feira, na Arena Condá, em Chapecó, na semifinal da competição continental, o time catarinense havia informado que estava analisando quatro locais como opções para o palco do duelo onde será definido o campeão do torneio, mas agora oficializou a casa do Coritiba como sede da partida. Além do próprio Couto Pereira, a Arena da Baixada, estádio do Atlético-PR em Curitiba, o Beira-Rio e a Arena Grêmio, respectivas casas de Internacional e Grêmio em Porto Alegre, estavam entre as opções da Chapecoense, mas estas três últimas foram descartadas. No final das contas, pesou para a escolha do estádio do Coritiba os fatos de o local possuir gramado semelhante ao da Arena Condá e contar também com as mesmas cores verde e branca da Chapecoense. O clube não pode abrigar o duelo na Arena Condá porque a Conmebol exige que os estádios da decisão tenham capacidade mínima para receber 40 mil torcedores. O confronto de ida da final contra o Atlético Nacional será na próxima quarta-feira, em Medellín, onde o time colombiano se garantiu na disputa pelo título ao empatar por 0 a 0 com o Cerro Porteño, após igualdade por 1 a 1 no jogo de ida da semifinal, em Assunção. O mesmo ocorreu com a Chapecoense, que empatou por 1 a 1 com o San Lorenzo na Argentina e depois avançou com um 0 a 0 em Chapecó. MAIS UMA DECISÃO - Atual campeão da Copa Libertadores, o Atlético Nacional se tornou o segundo clube a avançar à decisão do principal torneio da América do Sul e da Copa Sul-Americana em uma mesma temporada. Para completar, o time da Colômbia estará presente no Japão no Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro, na condição de atual campeão sul-americano. O outro clube que disputou duas finais continentais no mesmo ano na América do Sul foi o Boca Juniors, em 2004, quando caiu diante do Once Caldas, da Colômbia, na decisão da Libertadores, para depois ficar com o título da Sul-Americana ao superar o Bolívar, na Bolívia. Essa também será a terceira vez que o Atlético Nacional jogará a final da Sul-Americana, na qual amarga duas derrotas em duas decisões. Primeiro caiu diante do San Lorenzo na edição inaugural da competição, em 2002, antes de voltar a ser batido por um time argentino em 2014, quando foi superado pelo River Plate.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL