NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 13 de Julho de 2020
ESPORTES
Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2019, 17h:40

GRÊMIO

Diretoria dá voto de confiança a Luan

A decisão do Grêmio de não negociar Luan, depois de o nome dele aparecer na mesa de dirigentes de vários clubes brasileiros, tem uma simbologia. O clube gaúcho deu uma espécie de voto de confiança ao meia-atacante, peça-chave do time desde 2015. A 14 de outubro, por conta de fascite plantar e depois lesão muscular, mas abriu a pré-temporada já recuperado dos problemas clínicos. Recentemente, o Grêmio demonstrou ao jogador sua dose de insatisfação com comportamento e rendimento em conversa que selou a permanência do camisa 7 foi em tom de esperança e promessa de bom rendimento. Luan não joga desde 2018. Antes, houve também manifestação interna no elenco sobre a postura de Luan no dia a dia e em alguns jogos. Os dirigentes ouviram do meia-atacante que a nova temporada será diferente. "Ele se comprometeu", disse uma fonte ligada à direção do Grêmio. Luan também fez questão de dizer ao Grêmio que não tem interesse em jogar por outro clube brasileiro. Uma transferência só é vista como viável se for para equipe do exterior. A "volta por cima" é aguardada ainda no primeiro semestre, em partidas do Gauchão, Libertadores e nas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro. "A gente espera que ele volte a jogar o futebol que encantou todo mundo. Que ele possa se recuperar, deixar as lesões de lado para nos ajudar. Se vai aparecer alguma proposta ou não, depende do que ele faz no campo. A gente torce para ele voltar, não sentir mais nada no pé dele", disse Renato Gaúcho, técnico do Grêmio, sem entrar em detalhes maiores sobre o caso. Aos 25 anos, Luan tem contrato com o Grêmio até o final de 2020. A estreia dele, bem como dos demais titulares, deve ocorrer em 2 de fevereiro, diante do Caxias. Partida válida pela quinta rodada do Campeonato Gaúcho. INTER A diferença no poder econômico em relação a adversários como Palmeiras e Flamengo, destaques nas últimas janelas de transferências, não assusta o Internacional, segundo afirmou o técnico Odair Hellmann, que mantém sonhos para a temporada. "Nós enfrentamos eles no ano passado, e foi de igual para igual. O Inter é grande como eles. A diferença momentânea é financeira, mas o Inter já teve uma capacidade maior de investimento. Hoje não temos, precisamos agir com criatividade nas movimentações de mercado. Não temos a mesma situação de Flamengo, Palmeiras, São Paulo. E o futebol brasileiro não é comprador, é vendedor de jogadores. Eles estão financeiramente à frente, mas o Inter tem mais de 100 mil sócios que ajudam muito o clube e também nos apoiam nos jogos e no dia a dia", disse o treinador. Até agora, as movimentações de mercado do Inter foram apenas empréstimos com valores baixos, jogadores em fim de contrato que se transferiram apenas pelo salário ou trocas de atletas. O maior investimento foi R$ 1,5 milhão, pago de forma parcelada por 25% dos direitos econômicos de Guilherme Parede. Na avaliação do treinador do Inter, no entanto, isso não muda em nada o enfrentamento aos clubes mais ricos e que movimentaram cifras muito maiores nesta janela de transferências. "Dentro do jogo não entram estes R$ 100 milhões. Entra o jogador, mas em campo não tem grana. Há situações que fazem parte, mas às vezes se investe muito e não dá certo. Um exemplo: às vezes se compra um atacante por R$ 10 milhões, e ele faz dez gols; ou se pega um jogador emprestado em uma temporada, e ele faz seis; qual deu mais resultado? O campo de jogo é soberano. Uma coisa é a capacidade financeira, outra é formar um time e vencer competições. Nós estamos trabalhando para competir dentro do campo de jogo de igual para igual com qualquer time brasileiro", sublinhou o técnico. Apesar do orçamento enxuto, o Internacional contratou sete jogadores para esta temporada até agora: Rodrigo Lindoso, Bruno, Matheus Galdezani, Neilton, Guilherme Parede, Rafael Sobis e Tréllez. Eles terão oportunidade de estrear no próximo domingo (20), quando o Inter abre o ano diante do São Luiz-RS, pelo Gauchão.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você acha da decisão da CPI do Paletó de pedir o afastamento do prefeito?
Ele tem que ser afastado
Ele tem que ser cassado
Ele é inocente
Tanto faz
PARCIAL