NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sábado, 15 de Agosto de 2020
ESPORTES
Terça-feira, 23 de Abril de 2019, 01h:50

VAGNER LOVE

Gol do título veio de atacante que só marcou uma vez

Na relação entre Corinthians e o atacante Vagner Love, não adianta ter pressa. Ele era o sonho da diretoria em 2005 e chegou a posar com a camisa do clube, mas só a vestiu dez anos depois.

Quando finalmente foi contratado, também demorou a engrenar e se tornar uma peça importante na conquista do Campeonato Brasileiro de 2015.

No Campeonato Paulista de 2019, o atacante também não teve pressa. Foi só aos 44 minutos do segundo tempo da última partida da competição que fez seu primeiro gol. O tento que definiu a vitória por 2 a 1 sobre o São Paulo e o título estadual.

"Privilegiado. Papai do céu me abençoou", disse o atleta de 34 anos, que começou a decisão no banco de reservas e entrou, aos 21 minutos da etapa final, com um palpite. "Estava sentindo isso. Consegui fazer o gol do título."

Foi a segunda taça erguida por Love com a camisa do Corinthians. Ele deixou o clube depois de triunfar no Brasileiro de 2015. Naquele título, despontou no segundo turno e terminou o torneio como artilheiro do time, com 14 gols .

Vagner Love passou três temporadas longe e retornou a pedido de Fábio Carille, que apostou em seu futebol. O Corinthians aceitou um contrato de dois anos, que vai até o fim de 2020, quanto o atacante terá 36 anos.

No retorno, o jogador encontrou uma atribuição diferente. Não seria mais o centroavante, mas um atacante que sairia de uma das pontas para entrar na área.

O grau de sucesso foi variado nas partidas em que adotou esse posicionamento, motivo pelo qual não conseguiu se firmar na equipe titular.

No momento mais importante, porém, funcionou a ideia, e o camisa 9 apareceu na cara do gol para castigar o rival São Paulo.

"Quando voltei ao Corinthians, falei que era justamente para isso, ganhar mais títulos. Vim para isso, e hoje [domingo] fomos muito, muito felizes. Espero que as conquistas não parem por aqui", afirmou após garantir o seu segundo título com a camisa alvinegra.

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O Brasil já ultrapassou as 100 mil mortes pela Covid-19. Para você, quem tem culpa?
O presidente Jair Bolsonaro
Os governadores
Os prefeitos
Ninguém. A doença é incontrolável
PARCIAL