NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 07 de Julho de 2020
ESPORTES
Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2019, 18h:02

TIME DE FELIPÃO

Restam três vagas no elenco do Palmeiras

Com as inscrições de Moisés e Carlos Eduardo no Paulista, o Verdão já tem 23 das 26 vagas preenchidas. Nove jogadores brigam pelas três restantes

Com as inscrições de Moisés e Carlos Eduardo no Paulista, o Palmeiras já tem 23 das 26 vagas preenchidas. Nove jogadores brigam pelas três restantes: o lateral direito Fabiano, o polivalente Jean, o zagueiro Juninho, o volante Matheus Fernandes, os meias Guerra, Raphael Veiga e Hyoran, o meia-atacante Ricardo Goulart e o atacante Arthur Cabral. Nenhum dos reforços está garantido. Goulart, o mais notável, deverá ser inscrito só no mata-mata porque ainda não concluiu todo o processo de recuperação de lesão no joelho direito. Seu último jogo pelo Guangzhou Evergrande foi em setembro. Arthur terá de torcer para Felipão fazer questão de um terceiro centroavante na lista. Borja e Deyverson já estão inscritos. Fernandes corre risco porque é a menos badalada das três contratações. Juninho e Fabiano estão disponíveis para novo empréstimo. Juntaram-se à essa lista os campeões brasileiros Guerra e Hyoran. Ou seja, o Verdão pode queimar vagas se inscrevê-los. Quem não disputar a primeira fase do Paulista ficará à disposição somente para a Libertadores, que começará para o alviverde em 6 de março. O clube também ampliou a ilimitada lista B (atletas de 16 a 21 anos nascidos até 1998, com pelo menos um ano de base), que tinha apenas Yan. Foram inscritos o goleiro Matheus Teixeira, o lateral esquerdo Luan, os volantes Gabriel Menino e Patrick de Paula, o meia Gabriel Veron e o atacante Aníbal. GOLEIRO - Ciente de que jogadores importantes não serão inscritos na primeira fase do Paulistão, o goleiro Weverton lembrou que ele iniciou o ano passado como terceiro goleiro do Palmeiras. Somente após a chegada de Luiz Felipe Scolari o atual titular conquistou seu espaço. "A primeira foto nunca vai ser igual à última. Se a gente se desesperar porque está fora... Quando cheguei, o Roger [Machado] me colocou como terceira opção", recordou o arqueiro, citando o antecessor de Felipão. "É preciso provar que você é capaz de estar nas listas durante o ano. São muitos jogos. Falo por experiência própria. Se o atleta se desesperar, vai acabar perdendo o ano. É difícil para o treinador e para o clube também. O investimento é alto, não se pode usar todos os atletas." Neste ano, ao contrário do último Brasileirão, o revezamento do elenco atingirá Weverton. Os ídolos Jailson e Fernando Prass são os reservas da posição.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL