NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sexta-feira, 03 de Julho de 2020
ILUSTRADO
Terça-feira, 30 de Junho de 2020, 16h:15

MEGHAN-HARRY

Kate teria alertado príncipe Harry sobre preocupações da família em relação a Meghan

As preocupações da família real com o relacionamento do príncipe Harry com a atriz Meghan Markle , eram tantas, que Kate Middleton chegou a alertar o cunhado e pedir que ele fosse mais devagar

Da Folhapress - São Paulo
Kate Middleton

As preocupações da família real britânica em relação ao relacionamento do príncipe Harry, 35, com a atriz Meghan Markle, 38, eram tantas, que Kate Middleton, 38, chegou a alertar o cunhado e pedir que ele fosse mais devagar. Segundo o jornal Daily Mail, a informação está no livro "Royals at War", lançado nesta terça-feira (30) no Kindle.
De acordo com a publicação, Harry já teve uma relação muito próxima de Kate, chegando a chamá-la de "a irmã mais velha que ele nunca teve". A intervenção, no entanto, apesar de bem intencionada, não teria sido bem sucedida e teria feito o príncipe ver a família e os assessores reais como contrários a ele.
"Ela lembrou-lhe gentilmente que ele estava namorando alguém com uma vida, passado e carreira completamente diferentes, e levaria tempo, cuidado e atenção para que eles se integrassem", escrevem os autores sobre a suposta conversa de Kate com Harry ainda durante o namoro dele com Meghan.
Os autores, no entanto, apontam que as desconfianças de Harry eram infundadas e muitos dos assessores eram favoráveis ao relacionamento dos dois. Eles sugerem ainda que o príncipe foi tomado por um desejo de proteger Meghan, já que não teria tido como proteger a mãe a princesa Diana morta em 1997.
Mas não teria sido essa a principal razão para que Harry e Meghan deixassem as obrigações reais e se mudassem para a América, no início deste ano. Um dos principais atritos entre Harry e o irmão mais velho, William, seria na verdade os gastos excessivos do novo casal, após sua união.
O jornal Daily Mail aponta trecho do livro dos jornalistas Dylan Howard e Andy Tillett em que são destacados os gastos que teriam chegado a 2,4 milhões de libras (R$ 16,3 mi) após a mudança do casal para Frogmore Cottage, nos jardins do Castelo de Windsor. Valor que eles prometem devolver pelo acordo do Megxit.
Além desse gasto, outros também teriam deixado a família real britânica descontente, como os empregados em tratamentos de massagem e aromaterapia, além dos feitos com roupas para gestantes, durante a gravidez de Meghan, além do excessivo gasto com jatinho para viagens do casal.
A duquesa Meghan Markle e o príncipe Harry participaram em março do último compromisso da realeza e anunciaram que buscavam um "novo papel progressivo", baseados principalmente na América do Norte, e que será financiado por eles mesmos.
Embora Harry continue sendo príncipe, o casal decidiu não utilizar seus títulos de "sua alteza real" -e não utilizará a palavra "real" em suas marcas, embora eles tenham dito que não há jurisdição da monarquia ou do governo que os impeçam de usar a palavra no exterior.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL