NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 07 de Julho de 2020
ILUSTRADO
Terça-feira, 01 de Novembro de 2016, 18h:14

PRESERVAÇÃO

Santuário de Elefantes Brasil ganha exposição no Goiabeiras Shopping

As elefantes Maia e Guida serão protagonistas da mostra que acontece de 2 a 17 de novembro

No início de outubro, pela primeira vez, as elefantes Maia e Guida puderam sentir o gosto da liberdade, no Santuário de Elefantes Brasil - SEB, localizado na comunidade do Rio da Casca, a 50 km de Chapada dos Guimarães. Após anos se apresentando em picadeiros de circo e viajando pelo continente em um vagão, os animais encontraram a paz e agora, para mostrar a trajetória das duas até o novo lar, o Goiabeiras Shopping promove de 02 a 17 de novembro a exposição "Santuário de Elefantes Brasil" no piso térreo. "Temos novos vizinhos e eles precisam de atenção especial. Acreditamos que será muito legal e de extrema importância a divulgação do trabalho que o Santuário desenvolve. O projeto é maravilhoso. Teremos informações sobre os animais e a instituição, registros fotográficos de profissionais. E claro, mostraremos porque nosso estado foi escolhido para sediar um projeto grandioso como esse", explica Marina Marchió, marketing do Shopping. As duas elefantes, Maia e Guida, 44 e 42 anos respectivamente, foram tiradas da natureza, provavelmente na Tailândia, para trabalhar em circos. Após quatro décadas de trabalho, passaram a morar num sítio acorrentadas em uma área de 1.500 m², separadas, sem poder se tocar. Elas foram salvas pelos voluntários e idealizadores do Santuário de Elefantes, projeto que nasceu em 2010. A presidente do SEB, Junia Machado, sempre gostou de elefantes e largou a carreira de publicitária para fotografar o drama do mercado de marfim. Foi durante esse período que decidiu que queria salvar a vida desses animais e fundou o Santuário. Enviar os elefantes de volta para seus continentes de origem não seria uma opção viável, por diversos motivos. Além dos altos custos dessa operação, os elefantes que hoje estão em cativeiro sofrem de doenças físicas e psicológicas que demandam cuidados. E na Ásia e a África ainda há o problema do conflito com humanos por espaço e a caça ilegal por marfim, responsável pela morte de 50 mil elefantes por ano. Para Junia, a exposição sobre os elefantes é algo em que vem pensando desde a criação do projeto. "A iniciativa é fantástica e estamos superfelizes com a exposição. É uma grande oportunidade para a população conhecer um pouco do nosso trabalho e pensar sobre os problemas ambientais e sociais que enfrentamos hoje e que refletem em todas as esferas. Estamos tendo um retorno positivo e muitos elogios. Várias empresas já são nossas parceiras, mas ainda precisamos de muito mais para que possamos avançar com o projeto. Ainda há muitos elefantes em cativeiro à espera", ressalta. A mostra "Santuário de Elefantes Brasil" engloba imagens de Maia e Guida na trajetória até o novo lar e o dia a dia delas, fotografias de elefantes selvagens, informações sobre os animais e o Santuário. "Vamos levar a Terê para a exposição. Um elefante inflável de 4 metros de altura. Esse nome é um apelido que demos para a Teresita, que mora no zoológico de São Paulo. Ela tem 40 anos e viveu parte da vida em circo e no zoo, onde reside sozinha agora. Essa é uma homenagem nossa para ela", diz Junia. A exposição tem entrada gratuita e é assinada pelo Santuário de Elefantes Brasil e Goiabeiras Shopping.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL