Diario de Cuiabá

Terça-feira, 05 de Janeiro de 2016, 20h:27

Taxa para estacionar

Prefeitura de Cuiabá abre licitação para conceder o serviço de estacionamento rotativo nas principais ruas e avenidas da cidade

YURI RAMIRES
Da Reportagem

A Avenida do CPA é a via que mais terá vagas do novo sistema de estacionamento público rotativo, conhecido como Faixa Verde, em Cuiabá. Ao todo, serão 351 vagas destinadas a carros e motos nessa avenida. A concorrência pública para administrar o serviço por 20 anos foi publicada na última segunda-feira (04) no Diário Oficial de Contas. Ao todo, serão sinalizadas 1.500 vagas de estacionamentos, sendo 1.200 destinadas a carros e 300 para motos. O valor que o motorista pagará pelo serviço será de R$ 2,50 para carros e R$ 1,50 para motos. Vale lembrar que esse preço é por hora. Porém, o valor do serviço será reajustado anualmente. Sendo assim, o trabalhador que costuma utilizar uma das vagas na cidade, e que passará a utilizar a Faixa Verde, deverá desembolsar por dia uma média de R$ 10, caso deixe o carro estacionado por cerca de 240 minutos, o que equivale há quatro horas. A Faixa Verde estará distribuída em 33 ruas e avenidas da cidade, como prevê o edital de licitação. Depois da Avenida do CPA, a rua Treze de Junho, no centro da cidade é a segundo com o maior número de vagas, somando em 123. Em seguida, fica a Rua Antônio Maria, com 120 e a avenida Getúlio Vargas, com 111. A Prainha, uma das principais da cidade, contará apenas com 36 vagas da Faixa Verde. O município argumenta que o “número de veículos automotores trouxeram consequências negativas para a fluidez e a segurança do trânsito, bem como para o estacionamento, com ênfase nas regiões centrais, onde se concentram de forma mais intensa as atividades comerciais da cidade”. Além disso, destacou que nesses locais existe uma verdadeira “disputa” por estacionamento. Sendo assim, reimplantar a Faixa Verde se tornou “uma das melhores opções de que dispõe as cidades que desejam minimizar o problema”. No que diz respeito ao edital do serviço, a concorrência pública para concessão tipo maior oferta, está marcada para acontecer no dia 05 de fevereiro, às 9h, no auditório da Prefeitura de Cuiabá. Todas as empresas que atendem às necessidades do edital podem participar do certame, inclusive aquelas que estão em regime de consórcio. A prefeitura calcula que, em 20 anos de concessão, a empresa vencedora lucrará mais de R$ 56 milhões. Assim que escolhida, a empresa deverá realizar uma Prova de Conceito, no prazo de cinco dias. Além disso, a empresa deverá conter um analista de sistemas, analistas de banco de dados, e um engenheiro de tráfego ou civil com especialização em trânsito. O sistema Faixa Verde já é conhecido dos motoristas cuiabanos, mas há dois anos, o Ministério Público do Estado (MPE) recomendou a extinção do serviço, e foi acatado pela atual Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob).

Fonte: Diario de Cuiabá

Visite o website: diariodecuiaba.com.br