Diario de Cuiabá

Quinta-feira, 23 de Junho de 2016, 20h:22

Estudantes invadiram escola para fazer uso de drogas

Aline Almeida
Da Reportagem

Sete estudantes que ocupavam a Escola Estadual Ferreira Mendes, em Cuiabá, foram detidos ontem por suspeita de uso de drogas dentro da unidade escolar. O fato ocorreu no mesmo dia em que os alunos iriam fazer uma reunião para decidir sobre a continuidade ou não das ocupações que ocorrem há mais de um mês em 26 unidades do Estado. Os estudantes foram encaminhados para o Cisc Planalto, para serem ouvidos. O caso deve ser encaminhado à Delegacia de Defesa da Criança e do Adolescente. Segundo o representante da Associação Mato-grossense dos Estudantes Secundaristas, Juarez França, todos os estudantes que estavam na unidade tiveram que se retirar porque o gestor acionou a Polícia Militar. Juarez afirmou que havia um acordo com a Secretaria de Estado de Educação, de que a polícia não iria intervir para desocupar as unidades. Quando a polícia entrou no local, os estudantes entraram em confronto com a guarnição e começaram inclusive a gravar a ação, por isso foram detidos, segundo Juarez. Juarez França disse que tão logo a “situação” se resolva, a escola voltará a ser ocupada. Ele disse ainda que os alunos se reúnem hoje para discutir o rumo das ocupações. Os alunos protestam há mais de um mês cobrando recuo do projeto de Parceria Público-Privada (PPP), que prevê contratação de pessoal e serviços nas escolas públicas. As ocupações nas escolas foram iniciadas no dia 22 de maio em Várzea Grande na Escola Estadual Elmaz Gattas Monteiro. Caso - No dia 15 de junho o Ministério Público Estadual instaurou um Procedimento Preparatório para investigar as ocupações nas escolas estaduais em Mato Grosso. A denúncia chegou por meio do Conselho Tutelar de Cuiabá e também por notícias da mídia local, que apontam a invasão de alunos em diversas unidades como forma de oposição a implantação da Parceria Público Privada nas unidades.

Fonte: Diario de Cuiabá

Visite o website: diariodecuiaba.com.br