Diario de Cuiabá

Quarta-feira, 02 de Janeiro de 2019, 17h:57

Tricolor quer Biro Biro, ex-Flu

O São Paulo negocia a repatriação de Biro Biro, atacante ex-Fluminense que atua no futebol chinês desde 2016. As conversas têm evoluído com o estafe do jogador de 24 anos, que defende o Shangai Shenxin. Biro Biro foi revelado no Nova Iguaçu e chegou ao Fluminense em 2012, tendo atuado alguns minutos na campanha do título brasileiro daquele ano. Ele demorou a vingar nas Laranjeiras e só viu a carreira decolar ao ser emprestado à Ponte Preta, em 2015, na temporada em que anotou 13 gols. O desempenho chamou a atenção dos chineses, que na ocasião desbancaram o Corinthians na disputa por Biro Biro. Em 2018, Biro Biro anotou cinco gols em 12 jogos disputados pelo Shangai Shenxin, mantendo moral elevado no clube. Quando renovou seu contrato com os chineses até 2021, em abril, foi chamado de "lenda" nas redes sociais do clube. Se contratado pelo São Paulo, Biro Biro seria o sexto reforço do clube para a temporada 2019. Até aqui o Tricolor tem sido bastante ativo no mercado da bola, tendo anunciado o goleiro Tiago Volpi, os laterais Igor Vinícius e Léo Pelé, o meia Hernanes e o atacante Pablo. VENDAS Mais uma vez o São Paulo mostrou o seu talento para negociar. O clube vai fechar 2018 com mais de R$ 150 milhões no caixa obtidos pela transferência de jogadores. Como forma de comparação, o campeão brasileiro Palmeiras alcançou R$ 148 milhões com as vendas neste ano. Desta maneira, o departamento de futebol tricolor pôde trabalhar com um pouco mais de tranquilidade na hora de buscar reforços no mercado da bola e a diretoria financeira também fez a sua parte para tentar reduzir as dívidas do clube. Tais números ainda podem aumentar, de acordo com o rendimento dos jogadores, transferências futuras e metas atingidas. A última grande negociação fechada pelo São Paulo na temporada foi a de Rodrigo Caio para o Flamengo. Para liberar o zagueiro a assinar vínculo com o rubro-negro, o tricolor paulista recebeu 5 milhões de euros (R$ 22,2 milhões). NEGÓCIO Além do defensor, o São Paulo negociou Lucas Pratto (para o River Plate-ARG por R$ 44,5 milhões, valor com as porcentagens do Atlético-MG e de terceiros); Buffarini (para o Boca Juniors-ARG por R$ 1,5 milhão); Petros (para o Al Nassr, por R$ 22,1 milhões); Marquinhos Cipriano (para o Shakhtar Donetsk, por R$ 4,5 milhões); Cueva (para o Krasnodar, da Rússia, por R$ 36 milhões); Militão (para o Porto, por R$ 17,5 milhões) e Auro (para o Toronto, por R$ 2,3 milhões).

Fonte: Diario de Cuiabá

Visite o website: diariodecuiaba.com.br