Diario de Cuiabá

Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2019, 17h:03

Número de vagas não supre demanda em Cuiabá

Termina hoje (25), o prazo para efetivação das matriculas por parte dos pais ou responsáveis que solicitaram, por meio da “Matricula Web”, vagas nas creches e centros municipais de educação infantil (Cmeis), localizados em Cuiabá. Na faixa etária de 0 a 3 anos e 11 meses (creches) e 4 a 5 anos e 11 meses (pré-escola), a Secretaria Municipal de Educação (SME) disponibilizou para o ano letivo de 2019, 3.806 vagas. Porém, o município recebeu 7.648 solicitações de novas matrículas. Ou seja, mais da metade (3.842) está na fila aguardando pela possível abertura de uma vaga. Segundo o secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira Passos, a gestão Emanuel Pinheiro vem trabalhando intensamente para suprir essa necessidade. “Nossa equipe, sob a orientação do prefeito Emanuel Pinheiro, está empenhada em reduzir o déficit de vagas. Com processos modernos de gerenciamento, obras de revitalização, manutenção e reconstrução de unidades educacionais, foi possível que em 2018 ofertássemos à população 3.806 vagas nas unidades de creche e CMEIs”, disse. Para este ano, conforme ele, a intenção é intensificar as ações. “No primeiro semestre, serão inaugurados em abril mais dois CMEIs, com 480 novas vagas; cinco unidades de creches vão ganhar salas rápidas e se transformar nos Centros de Educação Infantil Cuiabana (CEICs), com mais 150 vagas e as obras de revitalização, reconstrução e construção de unidades terão continuidade. Serão 630 novas vagas, somente neste semestre e mais 1.500 até 2020, na educação infantil”. Além dessas novas vagas, a partir da segunda quinzena de fevereiro, serão ofertadas mais 400 vagas em 26 unidades filantrópicas conveniadas, totalizando ainda neste semestre, 1.030 novas vagas. Na última terça-feira (22), a prefeitura divulgou a lista com os nomes dos pais que solicitaram a vaga. Com a divulgação, foi dado o prazo de 72 horas para a efetivação das matrículas. Também será divulgada no site uma lista dos pais que estarão aguardando vagas. Para efetivar as matrículas os pais ou responsáveis deverão procurar a unidade educacional para a qual seu filho foi classificado levando documentos pessoais e da criança (originais e cópias). Os documentos são, comprovante de residência e de renda da família, certidão de nascimento, cartão de vacina, cartão, caso seja beneficiário, do Bolsa Família, laudo se é pessoa com deficiência, obedecendo os critérios estabelecidos pelo prefeito Emanuel Pinheiro, no Decreto 6293 de 12 de julho de 2017. Atualmente, a rede pública municipal de Educação da capital atende a educação infantil (creches e pré-escola) e o ensino fundamental (do 1º ao 9º ano), além da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Em 2018, as 162 unidades educacionais da rede pública municipal de Educação atenderam 50.977 alunos.

Fonte: Diario de Cuiabá

Visite o website: diariodecuiaba.com.br