Diario de Cuiabá

Terça-feira, 15 de Setembro de 2020, 21h:55

Juíza manda apreender menor acusada de matar colega em condomínio

A decisão é da juíza Cristiane Padin, que atendeu pedido do promotor Rogério Bravin, da Vara da Infância e Adolescência

TÉO GOMES
Da Reportagem

A 2ª Vara da Infância e Juventude de Cuiabá determinou, nesta terça-feira (15), a apreensão da adolescente de 14 anos que matou a amiga Isabele Guimarães Ramos, da mesma idade, no dia 12 de julho, no Condomínio Alphaville, no bairro Jardim Itália, em Cuiabá.

Mediante um mandado de internação compulsória (como se fosse uma prisão temporária), expedido na tarde desta terça-feira (15),  a adolescente se apresentou à noite, por volta de 20h20, na Delegacia Especializada do Adolescente (DEA).

A decisão da apreensão é da juíza Cristiane Padin, que atendeu a um pedido do promotor Rogério Bravin, da Vara da Infância e Adolescência.

Isabele foi morta dentro do banheiro da suíte da mansão da familia da colega.

A adolescente pode ficar, pelo menos, três anos cumprindo uma pena.

No caso de menor, a pena de reclusão, mesmo em regime fechado, é tratado pela Lei e pela Justiça como internação.

Depois dos 45 dias, caso a Justiça decida que ela continue cumprindo pena, a acusada será transferida para a Ala Feminina do Complexo do Pomeri (antiga Fazendinha).

A decisão da internação ocorreu logo após a Justiça acatar a representação do Ministério Público Estadual.

A menor foi representada por ato infracional análogo a homicídio doloso, quando há intenção de matar.

Uma audiência chegou a ser agendada, mas a garota não teria comparecido.

O advogado da família da acusada deve protocolar, nos próximos dias, um pedido de habeas corpus para que a jovem não fique internada.


Fonte: Diario de Cuiabá

Visite o website: diariodecuiaba.com.br