Terça feira, 23 de julho de 2019 Edição nº 15267 23/07/2019  












A fama de Silval

O tristemente famoso ex-governador Silval Barbosa ganhou (má) fama ao ter seu nome citado nas conversas do chefe da força-tarefa da Lava Jato, procurador Deltan Dallagnol, vazadas pelo site The Intercept Brasil, no domingo (21).



"Mensalinho"

A citação foi feita por um dos procuradores do MPF, Danilo Dias, ao comparar o escândalo envolvendo Fabrício Queiroz e o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, ao esquema de "mensalinho" de Silval.



Comparação

A encrenca de Flávio Bolsonaro diz respeito a um suposto esquema de contratação de funcionários fantasmas e lavagem de dinheiro, quando era deputado no Rio de Janeiro. Silval confessou o roubo de R$ 1 bilhão dos cofres de MT.



Mina

Só que, entre 2011 e 2014, na sua gestão, SB, conforme delação premiada, pagou propina (R$ 600 mil para cada) a 24 deputados. A dinheirama teria como origens obras do MT Integrado, da Copa de 2014 e empresas beneficiadas com incentivos fiscais.



Além do teto

Não é à toa que o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas de MT é cobiçado por dez entre dez estrelas da política regional. O salário no órgão é maior do que o do presidente da República, de ministros do STF, de senador e de deputado federal.



Fartura

Além do vale-livro, de R$ 70,9 mil, os conselheiros de MT têm salário de R$ 64,3 mil, subsídio de R$ 35.462,22, gratificação/desempenho de R$ 3.831,10, auxílio-alimentação de R$ 1.150,00 e um "cotão" para controle externo de R$ 23.873,16.



Família

Levantamento do jornal O Estado de S.Paulo aponta que os TCEs navegam na contramão do STF, que determinou o fim dos penduricalhos. Essa farra com o dinheiro público, além de conselheiros, beneficia auditores e procuradores do tribunal.



Silêncio

Presidente do TCE-MT, Gonçalo Campos Neto não quis falar sobre a denúncia, mandou a assessoria. Ele tem pavor de telefones, principalmente celular. Desde a delação de Silval, que afastou cinco conselheiros, Neto teme ter as conversar gravadas.



B.O. bolsonarista

O deputado Claudinei Lopes (PSL), no mínimo, exagerou ao contratar, em seu gabinete na AL, dois cidadãos investigados por homicídio em Rondonópolis. O curioso é que o parlamentar, bolsonarista de carteirinha, é delegado de Polícia licenciado.



Dia D

Na quinta-feira (25), o TRE-MT julgará embargos de declaração de senadora Selma Arruda (PSL) contra a decisão que cassou seu mandato. Depois, o tribunal envia a decisão ao TSE, que decidirá se mantém a cassação da parlamentar.



...............



DEM sem espaço em Cuiabá

Liderado pelo governador Mauro Mendes, pelo senador Jayme Campos e pelo ex-governador Júlio Campos, o DEM enfrentaria "resistência histórica" em Cuiabá. A legenda, fundada em 1985 como PFL e que absorveu dissidentes do velho PDS, não tem um entre os 25 vereadores da Capital. Há três legislaturas, não elege um membro da Câmara Municipal. O DEM ensaia disputar a sucessão do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), mas, pelo andar da carruagem, pode continuar sendo um mero coadjuvante. A análise é do site RDNews.



...............



Grampo & Insônia

O depoimento do cabo PM Gérson Correa, que citou uso de "verba secreta" do Gaeco, tem deixado insones promotores e procuradores do MPE-MT. Em grupos de WhatsApp, eles têm sido cobrados a dar uma satisfação à sociedade.



Desgaste

As revelações da denominada "Grampolândia Pantaneira" atingiram, em um maior grau, o Poder Executivo. Mas, ultimamente, a imagem desgastada é a do MPE, instituição que sempre foi vista com conceito positivo perante a sociedade.



Centro-esquerda

A cúpula do PDT tenta formar um grupo de centro-esquerda para disputar a eleição em Cuiabá, em 2020. Por ora, o acerto é encaminhado com PT, PSB e PCBdoB. Essa frente atuou na eleição de 2016, mas o resultado final não foi animador.



Memória

Em 2016, na disputa ganha por Emanuel Pinheiro, o candidato do PDT foi o ex-juiz federal Julier Sebastião da Silva, que ficou em 4º lugar, com 8,12% dos votos válidos. Em 2020, o ungido deverá ser o maestro Fabrício Carvalho.



Devoto

Um dos líderes do PDT em Mato Grosso, o fazendeiro Zeca Viana está em outro abrigo: é o mais novo membro do Podemos, liderado pelo deputado federal José Medeiros, notório pela devoção sem limites ao presidente Jair Bolsonaro.



Vida ingrata

Como deputado estadual, Viana ficou famoso como opositor radical do Governo Pedro Taques (PSDB), por perder a eleição de 2018 e pelo fato de o grupo empresarial do qual é sócio ter pedido recuperação judicial. A dívida é de R$ 300 milhões.



Santa Casa

No Facebook, o governador Mauro Mendes (DEM) confirmou para esta terça (23) a reabertura do Hospital Estadual Santa Casa, que estava fechado desde 11 de março. MM também confirmou a presença, no ato, do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.


Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

18:04 Estrutura administrativa é alterada
18:03 Procurador-geral da Justiça vai hoje a Assembleia
18:03 Substitutivo deve ser apresentado hoje na AL
18:02 Educadores se acorrentam em frente ao Palácio Paiaguás
18:01 Jovem é assassinada a tiros na frente dos filhos


18:00 Polícia prende homem que matou mulher com golpe de faca
18:00 Operação mira organização criminosa envolvida com o tráfico de drogas e roubos
17:59 Padrasto é preso suspeito de abusar de enteadas de 10 e 13 anos
17:58 Projeto de lei reduz em dez vezes alíquota para calcário agrícola
17:58 Governo exclui sociedade civil de conselho de políticas sobre drogas
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°
TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018