NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 21 de Outubro de 2020
POLÍCIA
Segunda-feira, 21 de Setembro de 2020, 17h:00

FEMINICÍDIO

Homem mata ex-mulher com quatro tiros e se suicida

O crime aconteceu por volta das 19 horas de domingo (20), no local de trabalho de Vanessa, uma lanchonete em Cuiabá

TÉO GOMES
Da Reportagem
Divulgação
O caso foi registrado na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa

Por não aceitar o fim do relacionamento amoroso, Erinaldo Rozendo da Costa, de 35 anos, matou com quatro tiros, à queima roupa, a ex-mulher, a bacharel em Direito Vanessa Gonçalves da Silva Santana, de 30 anos. Depois, ele se suicidou.

O crime aconteceu por volta das 19 horas de domingo (20), no local de trabalho de Vanessa, uma lanchonete, na Rua Tuiuiú, na Morada da Serra (CPA-4), em Cuiabá.

Vanessa, segundo a Polícia Militar, foi surpreendida pelo ex-marido e levou quatro tiros, dois deles na cabeça.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi ao local, mas só teve tempo de constatar que a mulher já estava morta.

Erinaldo Rozendo foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (21), em um matagal, no Residencial Ana Maria, região do bairro Nova Conquista.

Mais uma vez, uma equipe do Samu foi acionada e constatou a morte do homem.

A moto que ele usou na fuga estava próxima ao corpo.

A MORTE - Testemunhas contaram a PM e aos policiais da Delegacia de Homicídio e Proteção pá Pessoa (DHPP) que o casal começou a discutir, quando Erinaldo Rozendo puxou Vanessa pelos cabelos para fora da lanchonete.

Logo em seguida, ele disparou os tiros e fugiu em uma moto, em alta velocidade, do local do crime.

A Polícia Militar fez o isolamento de local de crime e passou a fazer buscas, até encontrar o corpo de Erinaldo Rozendo.

A Polícia ainda não informou como e com que arma ele se matou.

VIOLÊNCIA - Policiais da DHPP fizeram a liberação dos dois corpos e investigam o caso, depois que a Perícia Oficial do Estado (Politec) fez as perícias iniciais.

Desde 2018, segundo a família de Wanessa, vem sendo registrado Boletim de Ocorrência (BO) contra Erinaldo, que, na época, após a separação, foi visto discutindo com a vítima, em um ponto de ônibus.

Vanessa já havia comunicado à família dela que o ex a havia ameaçada de morte.

Ameaças, segundo a família, que já vinham acontecendo desde 2018, quando o casal estava separado há três meses.

Na sua rede social, Vanessa, que chegou a concluir o curso de Direito, comemorou os 14 anos da Lei Maria da Penha e também a inauguração da Delegacia da Mulher, no último dia 9.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
MT terá eleições simultâneas para vereador, prefeito e senador? Você já escolheu seus candidatos?
Sim
Não
Vou anular os votos
Nenhum dos candidatos presta
PARCIAL