NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 05 de Agosto de 2020
POLÍCIA
Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2016, 20h:41

HOMICÍDIO

Menor é executado com tiro na cabeça no bairro Mapim

Um menor de idade identificado como Jhonny Barreto Fernando Santos, 17 anos, foi assassinado com um tiro na cabeça na manhã desta quarta-feira (24) quando transitava pelas imediações do miniestádio do Mapim, em Várzea Grande, local conhecido por abrigar vários usuários de droga -- numa espécie de minicracolândia parecida com as que existem aos montes perto da rodoviária de Cuiabá. Por causa disso, tanto a PM quanto a Polícia Civil, responsável por investigar o crime, veem a possibilidade de o adolescente ter sido morto em meio a uma disputa envolvendo drogas e ou tráfico de drogas. O horário também encaminha pra esse tipo de suspeita, pois eram quase 7h da manhã quando o rapaz foi atacado à bala. A maneira como o homicídio ocorreu também lembra execução sumária, pois Jhonny morreu com um tiro certeiro na nuca e já tinha sido apreendido com pelo menos meio quilo de maconha anteriormente. Testemunhas também relataram que o autor do disparo fugiu correndo do local e não foi mais visto. O crime será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). TIRO NO ROSTO -- Um homem de 33 anos, identificado como Ricardo da Silva Diniz, foi executado na tarde de terça-feira (23) na Rua Miguel Souza, bairro Lúcia Maggi, em Rondonópolis (distante 220 km de Cuiabá). Ele era revendedor de gás no município. Um vizinho contou aos policiais que ouviu barulhos de tiros e, ao sair para tentar ajudar a vítima, foi surpreendido por dois criminosos que sacaram a arma e dispararam contra ele também. Outras pessoas contaram que uma pessoa estava rondando o local à procura da vítima durante o dia de ontem. No período da tarde, uma moto de cor escura com uma sacola amarrada na placa, para esconder a numeração, estacionou em frente à revenda de gás. O condutor desceu, matou e fugiu. Ricardo foi alvejado por dois tiros no rosto. A esposa dele não soube explicar o que teria motivado o assassinato. A vítima não tem passagem pela polícia. O corpo foi recolhido e levado ao Instituto Médico Legal (IML) para realização dos exames de necropsia. As autoridades competentes apuram as pistas com a finalidade de chagar aos criminosos e detê-los. O crime será investigado pela Polícia Civil.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL